Últimas Resenhas

[Resenha] Minha Rendição #02 - Cinthia Freire

16 fevereiro 2017

Título: Minha Rendição - Livro 02
Série: Segredos #02
Gênero: Romance | YA
Autora: Cinthia Freire 
Editora: Independente
Páginas: 400
Ano: 2017


Sinopse:
"Segredos são como fantasmas, nos assombrando e nos fazendo crer que são reais.Todos têm os seus fantasmas .Poliana tem os seus e há seis meses ela tenta se convecer que ainda é capaz de viver, mesmo que seu coração diga a ela que não há mais esperanças .Vinicius é um renomado cardiologista que vê no trabalho voluntario uma forma de se redimir dos seus pecados.Uma mulher marcada pela dor, um homem que carrega em seu coração a culpa por seus atos.Duas almas feridas encontrando nos braços um do outro uma nova chance para serem felizes.Um livro sobre culpa, perdão, rendição e a descoberta sobre o verdadeiro amor"


Olá 
Pessoal!!!

Hoje é dia de falar de Diva Nacional, depois de alguns meses de espera, e agradeço à Deus porque a Cinthia não nos tortura tanto, finalmente o segundo volume da série segredos chegou, e chegou cheia de amor, rendição e perdão, e como não se pode esperar menos da escrita dessa que é uma das minhas maiores musas nacionais, Minha rendição vem com a promessa de arrebatar vários corações e nos mostrar um amor que só mesmo em conto de fadas seria possível.


"O quanto uma pessoa precisa chegar perto do fim antes do recomeço? Eu sei o quanto, porque cheguei lá."

Nesse volume vamos acompanhar a trajetória de Vinicius, ele é cardiologista, irmão de consideração da nossa amada Carol, a guerreira do primeiro volume dessa série. Quem leu Meu Erro, sabe que Vini em meio a raiva, cometeu uma atrocidade que para sempre irá carregar em sua memória e seu coração, e por mais que as pessoas que ele mais ama o tenham perdoado, ele ainda não achou o caminho do próprio perdão.

Com a cabeça cheia de remorso e o coração congestionado de emoções, Vini se joga de cabeça em um Projeto Social em uma comunidade carente, afinal, nada melhor que trabalho e esforço para ocupar suas horas e cobrir sua culpa e tristeza, mas o que Vini não esperava, era que no meio dessa loucura, ele pudesse encontrar aquela que seria sua rendição, a sua forma mais pura de encontrar o perdão.

Poliana é jovem e linda, e essa sua beleza já lhe causou inúmeros problemas, quem vê a ruiva sorrindo, não imagina a alma destruída que ela carrega dentro do corpo, mediante a todo sofrimento pelo qual passou, Poli prometeu a si mesma, jamais se entregar de corpo e alma a outro homem novamente,  mas ela não esperava encontrar e se apaixonar por um príncipe que aparentemente usa um jaleco ao invés de um cavalo branco.


"Me apaixonar por você foi como ser atropelada por um trem descarrilado, não tive tempo de me proteger, apenas recebi o impacto  e vi a transformação acontecer na minha vida."

Como em todos os romances da Cinthia, a paixão vai acontecendo aos poucos, passando por fases, indo da paquera ao Felizes para Sempre. O enredo é narrado em terceira pessoa e a cada capitulo vamos conhecendo um pouco mais sobre nossos protagonistas, já que os mesmos vão se revezando ao contar sua história, demonstrando seus medos e seus sentimentos.

Vini precisa aprender a se perdoar e Poli precisa arrumar uma forma de esquecer seu passado e construir seu futuro, juntos eles irão se render ao amor e a própria recuperação, lutando juntos para enfrentar seus demônios e encontrar assim o final feliz tão esperado.

A sensibilidade que a autora utiliza para criar e representar seus personagens é palpável durante a leitura, todos eles são criados com tamanho zelo, que se torna impossível não se apaixonar e não querer mais uma dose de Cinthia Freire na veia... Poli é uma moça doce e machucada, e por mais que algumas atitudes dela tenham me feito rosnar durante a leitura, seus motivos são compreensíveis, e no final seu único desejo é que tudo acabe e ela fique bem, porque claro, minha musa não ia me deixar acabar o livro sem ter um pequeno ataque cardíaco, né Cinthia? Com relação a Vini, ele pode parecer perfeito demais, mas seus medos e sua culpa são o que o tornam humano, claro que ainda sim ele não deixa de ser um exemplar magnífico e apaixonante da espécie, bonito gentil, sexy e apaixonante, o cardiologista promete deixar muitos corações danificados após a leitura.


"Não são os nossos erros quem nos define, mas a maneira como agimos a partir deles. Quem nos tornamos, o quantos eles nos marcam."

Se não bastasse toda a perfeição da narrativa e dos personagens, a autora nos presenteia com aparições dos personagens do livro anterior, e é sempre muito bom rever Gabe e Carol e saber como anda a luta deles contra as drogas, afinal nunca lutamos sozinhos quando temos alguém que nos ama, a amizade entre os personagens é linda, e as sutis ligações entre os personagens e os volumes são impecaveis.

No decorrer do livro muitos sentimentos serão apresentados, Cinthia nos mostra a força do amor de todas as formas possíveis, não só entre um casal, como entre irmãos e amigos, que a força que esse sentimento pode nos dar em meio aos problemas.

A capa do livro esta linda e parabéns a Thais, a revisão esta muito boa e a escrita, apaixonante e viciante, é impossível ler um livro da Cinthia e não querer todos os outros, e além de tudo isso ainda contamos com um prologo lindo escrito pela nossa outra diva, Babi A. Sette.

Perfeição define esse volume, e depois de super indicar só me resta esperar ansiosamente por Alan e nossa próxima lição de amor. Se você curte um bom romance, bem escrito, cheio de reviravoltas e momentos lindos e apaixonantes, se renda aos encantos dessa autora, e leia qualquer um dos livros dela, Minha Rendição é só mais uma prova de que ela veio para brilhar. 




Real Time Web Analytics