Últimas Resenhas

[Resenha] Os Bons Segredos - Sarah Dessen

29 julho 2016

Título: Os Bons Segredos
Autora: Sarah Dessen
Editora: Seguinte
Páginas: 408
Ano: 2015


Sinopse:
Há segredos muito bons para serem guardados — e livros muito bons para serem esquecidos. Sydney sempre viveu à sombra do irmão mais velho, o queridinho da família. Até que ele causa um acidente por dirigir bêbado, deixando um garoto paraplégico, e vai parar na prisão. Sem a referência do irmão, a garota muda de escola e passa a questionar seu papel dentro da família e no mundo. Então ela conhece os Chatham. Inserida no círculo caótico e acolhedor dessa família, Sydney pela primeira vez encontra pessoas que finalmente parecem enxergá-la de verdade. Com uma série de personagens inesquecíveis e descrições gastronômicas de dar água na boca, Os bons segredos conta a história de uma garota que tenta encontrar seu lugar no mundo e acaba descobrindo a amizade, o amor e uma nova família no caminho.


Olá 
Pessoal!!
Hoje trago a resenha de Os Bons Segredos, recebi o exemplar de cortesia da Editora Seguinte e agora vou apresentar minhas impressões para vocês!!


Sydnei é a tipica adolescente boazinha, boa filha, boa aluna e submissa ao desejo dos outros, seu irmão Tyler por outro lado é o sabichão, o filho querido, ou o filho perdido que como na maioria das famílias acaba recebendo 100% da atenção por ser o problemático. O irmão de Sydnei começa a cometer pequenos delitos, e por ter sempre o apoio dos pais que o repreendem, mas não da forma correta ele começa a aumentar suas infrações, até que um dia, ao sair da casa do amigo bêbado e dirigindo ele atropela um adolescente que por causa do nível do acidente fica paraplégico.


"Eu não era radiante e encantadora como meu irmão, linda e graciosa como a minha mãe, ou inteligente e dinâmica como as minhas amigas. Mas essa é a questão. Você sempre acha que quer ser notada. Até ser notada."

Agora Tyler esta preso e mais do que nunca Sydnei se sente invisível, se antes por ser boa filha ela não precisa de atenção, agora com o irmão preso é que realmente não terá, cansada de ser invisível para a família, ela resolve se mudar de colégio e começar tudo do zero, novos amigos e novo ambiente, mas ela não esperava ser acolhida e encontrar amigos e família tão rápido.

Sydnei conhece Layla na pizzaria da família dela, e é nesse lugar tão acolhedor que uma nova e grande amizade irá nascer, ela jamais imaginou que pudesse se abrir e ser aceita por uma pessoa com tanta facilidade, mas com Layla e sua família, tudo é simples e verbal, prático e voluntário, e assim Sydnei descobre que pode sim ter uma nova vida e ser uma garota visível, como nada é tão simples quanto parece, alguns obstáculos aparecerão.


"Se eu era a garota invisível, Layla era a estrela cintilante entorno da qual seus amigos e parentes giravam." 

Quem nunca se sentiu invisível na adolescência? Essa é a situação da nossa protagonista, Sydnei sempre achou ser a coadjuvante da história do irmão, e quando o mesmo foi preso tudo ficou pior, já que agora sua mãe só tinha olhos e atenção para o filho que estava preso, e se já não bastasse tudo isso, ela se sente culpada pelo jovem que agora é cadeirante, e tem ódio por ver sua família agir como se seu irmão fosse a vitima do caso.

E é tentando ter uma nova oportunidade e se livrar dos olhares de coitada que Sydnei resolve mudar de colégio e tentar começar do zero, em um lugar onde ninguém a conheça, um lugar mais simples onde talvez ela possa se tornar visível, mas o que ela não esperava é que seus planos fossem dar tão certo, e logo Sydnei se vê infiltrada na família Chatam rodeada por pessoas amorosas, que a aceitam da forma que é e a enxergam. 

Sarah criou uma história envolvente e real, onde podemos nos identificar voltando na época da adolescência e reconhecendo nossos anseios por ser notados, alguns que tem irmãos poderão se identificar com Sydnei ou Tyler ou até mesmo Layla, com seu espirito aventureiro e sua língua ferina,Apesar de conter um enredo pesado, a autora é sútil e apresenta com leveza todos os obstáculos enfrentados por nossa protagonista e seus amigos.

A invisibilidade, o primeiro amor, a primeira separação, a superação de um preconceito, uma brincadeira de mau gosto, um sonho de infância.... Todos esses temas são abordados no livro, Sarah faz com que todos os personagens sejam especiais e cada um represente um desses acontecimentos que nos cercaram não só na adolescência, como nos cerca até hoje.

A família Chatam apesar de humilde é o sonho de consumo de qualquer pessoa, irmão que brigam, mas se amam, mãe e pai dedicados, todos acolhedores, e ao acompanhar a leitura é como se nós estivéssemos sendo acolhidos pela família e tivéssemos o prazer de saborear aquela deliciosa pizza e pão de alho.


"Para mim, os Chatam eram como aquele carrossel no meio da floresta. Depois de muito tempo sem saber de sua existência, por pura sorte trombei com eles. Agora eu era incapaz de esquecer e voltar a ser como antes. Só saber que eles existiam já mudava tudo. Principalmente a mim mesma."

Não conhecia a escrita da autora, mas posso dizer que já me tornei uma fã, a escrita da Sarah é leve e gostosa de acompanhar, o livro possui temas polêmicos que são abordados com cuidado e discutidos de forma inteligente, além de ser um romance leve que me remete a minha adolescência onde tudo era mais fácil e ao mesmo tempo mais complicado. 

Depois de finalizar a leitura pude entender o motivo da capa, por isso posso afirmar com propriedade que ela condiz e muito com a história, a diagramação é perfeita e confortável, com letras amareladas a leitura se torna mais leve ainda, localizei alguns erros de artigos e trocas de pronomes, mas nada que atrapalhe a leitura.

Se você gosta de romances leves que te levem num passeio ao passado, com temas polêmicos e uma escrita leve, essa é pedida da vez! Super recomendo a leitura. 





Real Time Web Analytics