Últimas Resenhas

[Resenha] Bom dia Sr. Mandela - Zelda La Grange

16 outubro 2015


Título: Bom dia Sr. Mandela
Autora: Zelda La Grange
Editora: Novo Conceito
Páginas: 432
Ano: 2015


Sinopse:
Bom Dia, Sr. Mandela conta a extraordinária história de uma jovem que teve suas crenças, preconceitos e tudo em que sempre acreditou transformados pelo maior homem de seu tempo. A incrível trajetória de uma datilógrafa que, escolhida para se tornar a mais leal e devotada assessora de Nelson Mandela, passou a maior parte de sua vida trabalhando ao lado do homem que ela passaria a chamar de Khulu , ou avô.




Olá pessoal,
Vocês já perceberam que esse mês esta sendo especial Novo Conceito né? kkkkkkkkkk 
Com os preparativos para o casamento da Tati e a Maratona Nacional, acabamos nos atrasando em algumas leituras e estamos colocando tudo em dia como manda o roteiro.

Eu acredito que de todas as minhas leituras, Bom dia Sr. Mandela seja a mais atrasada, mas desde já me justifico, pois esse não é o tipo de livro que se devora de um dia para o outro, ele requer atenção, e leitura com afinco.


"Se eu mudar uma vida por haver tocado alguém com a minha história, terei cumprido meu dever."


Bom dia Sr. Mandela, relata a história real de Zelda, uma africana branca que teve o prazer de trabalhar como secretária pessoal para Madiba, como era conhecido entre os seus amigos mais próximos.

Nesse livro ela irá relatar com extremo carinho e admiração os anos que passou ao longo do lado desse homem incrível, que mudou um continente inteiro, fazendo as pessoas entenderem que o conteúdo do homem esta acima de seu valor.

Mandela era e sempre será na memória daqueles que o conheceram uma pessoa incrível e de imenso caráter, que lutou por anos os a favor da liberdade de seu povo e contra o racismo, um preconceito brutal e medíocre que ainda sobrevive a nossa época.

Como a própria Zelda descreve em seu prólogo, o livro nada mais é do que a sua impressão sobre todos os anos que conviveu com khulu, e os ensinamentos que teve com o mesmo, e que carregou até sua velhice.


"Sou uma bilionária emocional, e, se mais nada extraordinário acontecer no resto da minha vida, ainda estarei contente com essas lembranças até o dia da minha morte. Tive uma vida rica. A maioria das pessoas jamais experimentará o que testemunhei, portanto minha história é de transformações, de lentas metamorfoses mentais e do sistema de crenças onde me encontro hoje."

Quando escolhi essa leitura, não imaginava o que me aguardava, apesar de conhecer um pouco sobre Mandela, das aulas de história ou até mesmo de um filme feito em homenagem a ele, onde podemos conhecer um pouco da sua luta e da sua vitória. Mas ainda sim, nada se compara a ouvir ou ler a história, de uma pessoa que acompanhou toda essa luta.

É perceptível desde o inicio da leitura, o carinho que Zelda sente por Mandela e vice e versa, e apesar de suas criações totalmente distintas, a forma como Mandela, apresenta a Zelda um mundo novo, sem preconceito, onde ao contrário do que sempre foi lhe ensinado, o negro pode ser seu amigo e até mesmo seu companheiro.

"Assim era o calor do nosso relacionamento. Precisávamos da afirmação um do outro. Cuidávamos um do outro. Eu havia aprendido a amar esse homem que em outra época fora inimigo do meu povo." 

Essa é minha primeira experiência com livros que possuem biografia como tema, apesar de não ter certeza se pode ser assim considerado já que Zelda conta a história dos dois e não particularmente do Mandela, mas ainda sim, gostei muito da experiência e da leitura, não consegui ler no mesmo ritmo que leria um romance comum, já que pra mim, o fato de ser fatos reais faz com que um carinho a mais seja doado a obra, até porque Mandela pra mim é um ícone como pessoa, governante e líder.

Mais uma vez a Novo Conceito acerta em cheio em sua escolha para publicação, a diagramação é a padrão da Editora com folhas amareladas e letras em tamanho confortável, e a capa ao meu ver representa muito bem o símbolo de carinho e paz que Mandela se tornou pro Mundo.

Sendo assim, mais que indico a leitura não só para aqueles que gostam de história, mas para aqueles que querem se aventurar em um novo estilo de leitura!


"Mas como Madiba dizia, ao decidir perdoar você não apenas liberta o oprimido como liberta o opressor."

Espero que tenham gostado.

Beijokas e até a próxima 



Real Time Web Analytics