Últimas Resenhas

[Resenha] Neve Na Primavera - Sarah Jio

21 julho 2015


Autora: Sarah Jio
Ano: 2015
Páginas: 336
Editora: Novo Conceito

Neve na Primavera - Seattle, 1933. Vera Ray dá um beijo no pequeno Daniel e, mesmo contrariada, sai para trabalhar. Ela odeia o turno da noite, mas o emprego de camareira no hotel garante o sustento de seu filho. Na manhã seguinte, o dia 2 de maio, uma nevasca desaba sobre a cidade. Vera se apressa para chegar em casa antes de Daniel acordar, mas encontra vazia a cama do menino. O ursinho de pelúcia está jogado na rua, esquecido sobre a neve.

Na Seattle do nosso tempo, a repórter Claire Aldridge é despertada por uma tempestade de neve fora de época. O dia é 2 de maio. Designada para escrever sobre esse fenômeno, que acontece pela segunda vez em setenta anos, Claire se interessa pelo caso do desaparecimento de Daniel Ray, que permanece sem solução, e promete a si mesma chegar à verdade. Ela descobrirá, também, que está mais próxima de Vera do que imaginava.

Olá Galerinha!
Hoje venho contar o que achei desse livro "Neve Na Primavera" que recebemos da nossa incrível parceira Novo Conceito.

Duas tempestades de neve inesperadas atingem Seattle em plena primavera, uma em 1933 e outra em 2010. Duas histórias, duas mulheres que enfrentam o sofrimento, duas nevascas fora do comum, separadas pelo tempo, mas que o destino as colocam no mesmo sentido. 

Vera Ray nos conta sua dolorosa vida. Mãe solteira, trabalhadora, ela cria seu filho sozinha na década de 30. Sua situação não é das mais fáceis claro e numa noite ela precisa deixar o pequeno Daniel, de três anos, sozinho para poder trabalhar no turno da noite. Ao voltar para casa na manhã do dia 02 de Maio começa seu desespero e sua luta para encontrar o pequeno Daniel que não está em lugar algum, somente o que acha é o ursinho jogado na neve, Vera tinha certeza, Daniel foi levado!

''Vera Ray, de Seattle, relata que seu filho, Daniel Ray, desapareceu. Ele foi visto pela última vez na residência da Quinta avenida, 4.395. A suspeita é de fuga.''
Vera não consegue mobilizar as autoridades, a polícia acha que Daniel simplesmente fugiu. A partir desse momento a vida de Vera se torna um pesadelo, ela não tem mas onde morar pois atrasou o aluguel e não tem mas seu filho. Ao decorrer dos capítulos, vamos acompanhando sua luta e uns flashes do passado de Vera.

A vida de Claire também não é nada fácil. De início apenas sabemos que algo trágico ocorreu, a deixando sem forças para continuar sua vida. Seu casamento está esfriando, nem seu trabalho – ela é jornalista- tem conseguido tira-la desse estado deprimente. Na manhã do dia 02 de Maio de 2010 uma nevasca inesperada acorda novamente a cidade de Seattle. O chefe de Claire sugere que ela faça uma matéria sobre a nevasca e a partir daí Claire descobre uma matéria antiga sobre o sumiço de Daniel e ela decide que precisa saber o que aconteceu com Vera e o pequeno garotinho.

Claire - ele continuou - não, ouça. Uma tempestade de neve de final de estação caiu nesta mesma data em 1933. - Ouvi mais papéis sendo remexidos. - A época é excepcional. Mais de oitenta anos atrás, uma tempestade idêntica, uma gigantesca nevasca, paralisou completamente a cidade.
Parecia mais fácil me perder na história de Daniel e Vera do que resolver a minha própria.
***

Neve na Primavera foi uma agradável e emocionante surpresa. Sarah Jio foi genial ao contar essa história, com capítulos mesclados que parece que temos dois livros distintos, prendendo a atenção do leitor, não nos deixando largar o livro. Eu simplesmente devorei os capítulos, acabando a leitura em apenas algumas horas. Adorei a maneira como os mistérios e as pistas eram apresentadas por Sarah Jio, sua escrita nos faz enxergar a história e vivenciar todas as emoções descritas. O desfecho me deixou de boca aperta, não há como negar que amei o livro. A capa é perfeita, a diagramação impecável. Recomendo com toda certeza. 










Real Time Web Analytics