Últimas Resenhas

[Resenha] A Lista - Cecelia Ahern

24 junho 2015


Título: A Lista 
Autora: Cecelia Ahern
Editora: Novo Conceito
Ano: 2015
Páginas: 384

Kitty Logan tem 32 anos e aos poucos está perdendo tudo o que conquistou: sua carreira está arruinada; seu namorado a deixou sem um motivo aparente; seu melhor amigo está decepcionado com ela; e o principal: sua confidente e mentora está gravemente doente.
Antes de morrer, Constance deixa um mistério nas mãos de Kitty que pode ser a chave para sua mudança de vida: uma relação de nomes de pessoas desconhecidas. É com base neles que Kitty deverá escrever a melhor matéria de sua carreira.
Quando começa a ouvir o que aquelas pessoas têm a dizer, Kitty aos poucos descobre as conexões entre suas histórias de vida e compreende por que foi escolhida para dar voz a elas.
Oi oi gente, tudo bem com vocês?
A resenha que trago hoje é de um dos livros que a editora Novo Conceito, nossa super parceira nos enviou no mês de maio, A Lista, da Cecelia Ahern.

Nessa nova obra Cecelia nos traz a história de Kitty, uma jornalista que pouco a pouco vê o mundo ruir a sua volta. Meter-se em um escândalo na emissora de tevê em que trabalha foi apenas o começo e como se o fato de ter sido afastada do emprego não fosse o suficiente, a vida lhe mostra que sim, as coisas ainda podem ficar pior, e dessa forma ela acaba perdendo sua amiga Constance.
Decidida a homenagear e terminar algo que sua amiga não pode, Kitty decide levar à diante uma matéria que Constance preparava, mas o desafio começa quando tudo que ela tem diante de si é uma lista contendo cem nomes, e a partir daí começa sua caçada em busca de desvendar os segredos e as histórias que os colocou ali.
O livro nos faz refletir em muitos momentos sobre quem somos, como somos e se é realmente assim que queremos ser. É possível enxergar na personagem falhas que estamos sujeitos a cometer, como também os reflexos que isso nos trará no futuro. Ao longo dessa jornada incessante que é percorrer essa lista, desvendando, ouvindo e até mesmo contando histórias, Kitty amadurece, e acaba passando isso para o leitor.
A ideia envolvida por trás da trama foi muito bem elaborada pela Cecelia, mas assim como em seus outros livros, ela acaba se perdendo e preenchendo páginas e mais páginas com detalhes que não interferem de maneira relevante na história, passando a impressão de que aquilo só está ali para aumentar o volume de páginas. Como iniciei a leitura sem muitas expectativas por já conhecer a escritora, não fiquei tão surpresa/frustrada com a maneira como as coisas terminaram.

Personagens secundários: Se escrever um livro com meia dúzia de personagens já é um desafio e tanto, depois desse preciso aplaudir Cecelia por conseguir ir além. Ela de fato consegue fazer com que você se coloque na situação.

Capa e diagramação: Como sou uma pessoa de capas, achei essa simplesmente linda. Ela passa uma leveza e preciso dizer que foi uma das razões para me fazer ler esse livro.
A diagramação é bonita, com um detalhe floral no início de cada capítulo e uma fonte um pouco diferente.

Quotes:

“O amor faz as pessoas alçarem voo. Para mim, o amor tem poder destruidor. Sou um demônio pronto para defender, proteger, para fazer qualquer coisa pelas pessoas que amo.”

“(...) estava começando a conhecer as pessoas mais a fundo, a camada que todos nós escondemos, o que havia detrás da máscara, da gentileza social, da insegurança. Kitty sentiu que estava começando a chegar à parte mais valiosa de sua lista.”

“Todo indivíduo em qualquer parte do mundo tem uma história para contar. Talvez pensemos que somos pessoas comuns, que nossa vida é entediante (...) Mas a verdade é que todos nós fazemos coisas fascinantes, admiráveis e das quais deveríamos sentir orgulho...”

Comentários: Apesar do meu problema pessoal com a Cecelia o livro é bonito. Claro que poderia ser melhor, com algumas páginas a menos, mas ok, no fundo ainda acho que vale a leitura, mesmo dando apenas duas estrelinhas. E dessa vez não tem playlist pra tornar as coisas melhores ou mais fáceis.

Real Time Web Analytics