Últimas Resenhas

[Resenha] Procura-se Um Marido - Carina Rissi

24 abril 2015

Titulo: Procura-se Um Marido
Autora: Carina Rissi
Editora: Verus
Ano: 2012
Alicia sabe curtir a vida. Já viajou o mundo, é inconsequente, adora uma balada e é louca pelo avô, um rico empresário, dono de um patrimônio incalculável e sua única família. Após a morte do avô, ela vê sua vida ruir com a abertura do testamento. Vô Narciso a excluiu da herança, alegando que a neta não tem maturidade suficiente para assumir seu império – a não ser, é claro, que esteja devidamente casada.
Alicia se recusa a casar, está muito bem solteira e assim pretende permanecer. Então, decide burlar o testamento com um plano maluco e audacioso, colocando um anúncio no jornal em busca de um marido de aluguel.
Diversos candidatos respondem ao anúncio, mas apenas um deles será capaz de fazer o coração de Alicia bater mais rápido, transformando sua vida de maneiras que ela jamais imaginou.
Cheio de humor, aventura, paixão e emoções intensas, Procura-se um marido vai fisgar você até a última linha.


Olá Galerinha! Tudo bem?
Estava organizando meus bebês (leia-se livros, kkk) e comecei a reler Procura-se Um Marido da queridíssima Carina Rissi, então resolvi também vim contar o que achei da leitura.

Alicia Moraes de Bragança e Lima é a única herdeira de seu avô Narciso Moraes de Bragança e Lima. Ela foi criada pelo avô, pois seus pais morrem quando ela era criança. Alicia é um espirito livre, baladeira, não dispensa uma festa, adora viajar e muitas vezes deixa seu avô com mas cabelos brancos do que ele deveria ter.

Quando Narciso morre, Alicia perde o chão. Mas tudo fica ainda pior quando o testamento é lido e o controle das empresas e do dinheiro só passarão a ser dela quando ela se casar., e o casamento deve durar no minimo um ano. Com 24 anos, essa não é exatamente sua prioridade.
Sem nenhuma noção do que significa compromisso, Alicia se vê obrigada a trabalhar como assistente de secretária, experimentar o transporte público e a intragável comida do refeitório da empresa, coisas pelas quais ela nunca pensou enfrentar.
Imagem retirada do google, originária do blog
Every Thing But The Books/
Tudo está de pernas pro ar: as contas astronômicas do cartão de crédito não param de chegar, sua chefe Joyce sendo ainda mais "adorável" possível, a antipatia a primeira vista com o grosso "Sr. Camarada" (Max), não ter combustível para seu Porsche, ela então decide burlar o contrato e colocar no jornal um anúncio "Procura-se um marido".

O livro é narrado pelo ponto de vista de Alicia, e 
pode parecer uma historinha clichê e bobinha, mas fiquei surpreendida com a forma que o enredo vai se tornando mais complexo. Personagens em quem você confiava, de repente já não são mais tão transparentes; pequenos atos no início da história desencadeiam sérias consequências no final e nada é por acaso. Alicia amadurece de uma forma impressionante durante a história, mas não perde seu jeito maluco e imprevisível. Confesso que a autora me deixou extremamente feliz em algumas partes em que eu pensava "quebra o nariz desse idiota!" e, Alicia fazia exatamente isso! 
Com cenas hilárias, românticas e de ação, "Procura-se Um Marido" é leitura mais do que recomendada!
Carina Rissi merece todo reconhecimento que tem, torço muito por seu sucesso e estou louca para ler os outros livros dela.
"Nesse momento, talvez porque eu ainda estivesse pensando nele, vindo do nada, uma pequena borboleta – azul – flutuou ao nosso redor. Uma vez, duas, três voltas completas antes de descansar em meu antebraço.
Max a olhou fascinado, e eu... bom, eu a olhei com outros olhos. Eu não tinha mais medo. Acabei rindo ao pensar como fora desatenta. “Eu sempre estivesse ao seu lado”, vovô dissera. Agora eu entendia. "
Beijocas :D







Real Time Web Analytics