Últimas Resenhas

[Resenha] Meu conto não é de Fadas - Barbara Stefane

10 janeiro 2015

Titulo: Meu conto não é de Fadas
Autora: Barbara Stefane
Editora: Novo Romance
Paginas: 274
Ano: 2014


Sinopse:Uma jovem que precisa de dinheiro para solucionar seus problemas. Um rapaz que tem muitas oportunidades de crescer mas não dá valor. Esses são Keylli D’Waise e Eduardo Ferrero, dois jovens que tem seus caminhos cruzados quando por mera coincidência, um precisa do outro.Keylli é uma moça simples de bom coração, que vê sua vida mudar após a morte inesperada de seu pai, um homem influente que trabalhava como vice-presidente de uma importante empresa alimentícia e garantia ótimas condições de vida á família.Eduardo é um playboy ricaço, que só pensa em curtir intensamente cada momento e por se envolver em muitas confusões, acaba envergonhando o nome de seu pai, um senhor milionário.Ao ver sua família na ruína, Keylli resolve ir para a cidade na esperança de encontrar melhores condições de trabalho. E é exatamente na cidade, que por motivos de força maior, a jovem acaba se envolvendo com Edu.Porém, esse envolvimento entre ambos, esconde um segredo que colocará o amor que nascerá entre os dois á prova, já que além desse segredo, um triângulo amoroso será formado.Poderá a força do amor vencer todas as mentiras, lágrimas e decepções?

Olá galerinha linda,
2015 começou cheio de novidades por aqui, e como vocês mesmos perceberam, nossa primeira resenha do ano foi de parceria, e vem muito mais por aí... Graças a Deus estamos cheias de parceria, e vocês vão conhecer várias obras que já lançaram ou estão pra lançar super bacanas...



E hoje vou apresentar pra vocês a obra Meu Conto não é de Fadas da nossa parceira Barbara Stefane, vamos ao que interessa?

Keylli é uma garota meiga do interior, que acabou de ficar órfã de pai, sua família composta agora por ela, a mãe e mais dois irmãos está passando por dificuldades e ela é a única que pode ajudar com isso,já que seus irmãos são muito novos e sua mãe não tem experiência nenhuma para o mercado de trabalho, seu pai possuía um cargo muito bom e sempre sustentou a casa, mas agora sem ele, as coisas começaram a complicar. Não vendo alternativas Keylli resolve aceitar a proposta de Trabalho do Sr. Sebastian, o ex-chefe de seu pai, que tocado com a situação em que a família se encontra resolve empregar a menina.

O problema é que o emprego não podia ser pior ... Por ser uma Industria de produtos alimentícios Keylli é colocada no cargo de degustação, onde ela é obrigada a provar tudo antes da mercadoria sair. E se isso já não fosse o bastante, ainda temos Lorena, a encarregada do setor que vive em função de aterrorizar a vida da garota a humilhando a qualquer momento.

Cansada de tanta humilhação e sofrimento Keylli resolve jogar tudo pro alto e tentar a vida na cidade grande, chegando lá ela arruma bem rápido um emprego de doméstica na casa de Dona Dolores, uma doce senhora que a acolhe e contrata.

Do outro lado temos Edu, o playboyzinho encrenqueiro que não quer nada da vida, há não ser farra e curtição, seu Mauro revoltado com as atitudes do filho resolve ameaçá-lo, e caso ele não tome um jeito na vida e não se torne um homem de verdade ele será cortado do testamento, e para que sua mudança seja provada é preciso que ele arrume uma namorada e permaneça com ela por um ano.

Edu não se incomodaria, se sua parte na herança não correspondesse a 500 milhões de reais, e playboy como é, claro que viu nesse dinheiro a oportunidade de nunca precisar trabalhar e de quebra se livrar do "velho" que ele acredita só o incomodá-lo.
Desesperado por não conseguir uma namorada, já que sua fama de galinha, mentiroso e mal caráter faz com que ninguém aceite, ele e Giovanne, seu melhor amigo resolvem apelar e colocar um anúncio em um site e esperar pra ver no que dá.

Os personagens são fofos, Giovanne é uma graça, e o companheirismo entre amigos é muito bem representado por ele e Edu, os dois são super engraçados e a amizade deles é o toque de humor do livro. 


Enquanto isso Keylli esta se adaptando a sua nova vida e seu trabalho, esta conhecendo novas pessoas e até conseguiu um namorado, o fofo do Ramon!!! Mas nada é perfeito, porque Malu, filha de Dona Dolores, morre de inveja de Keylli e vai fazer de tudo para estragar sua vida, já que é apaixonada por Ramon, e bolando um plano maligno ela manda Keylli para a entrevista com Edu.

E é ai que a coisa vai começar a ficar legal, um triângulo amoroso irá se formar na estória, já que Ramon depois de um plano da Malu termina com Keylli, e ela colocando sua família em primeiro lugar, resolve namorar Edu para pagar as dividas de seu pai e não perder sua casa, mas o que Edu não esperava e muito menos Keylli, era que desse acordo pudesse surgir algum sentimento.


– Que coisa! Eu não paro de pensar nela, e nem quero pensar
no fim de um ano. O que está acontecendo comigo, Giovane? –
passou as mãos nos cabelos, desacreditado no que sentia.
– Você está apaixonado, meu filho. E paixão gera ciúmes.

– O Edu me fazia rir, me divertir, me fazia feliz com aquele
jeitinho encantador que só ele tem, mas no fundo não vale
nada, é um medíocre mentiroso. Por que eu não fi co assim com
o Ramon? Ele é tão certinho, sincero, carinhoso e minha mãe se
encantou com ele. Mas o nosso coração é muito estranho, só se
interessa por quem não vale a pena, e quem vale, não vale nada
pra ele. Se eu pudesse, transferia tudo o que eu sinto pelo Edu,
para o Ramon.


Edu ou Ramon? Oh dúvida cruel.... Ramon é um fofo, mas Edu é uma graça, e apesar de seus inúmeros erros ele esta disposto a mudar e pela primeira vez esta sentindo algo verdadeiro por alguém...

A estória é super leve e rápida de ler, pra quem gosta de romances mais calmos, esse com certeza é uma boa pedida.
O livro é escrito em terceira pessoa, e durante o decorrer da estória a autora meio que interage com você, batendo papo e colocando sua opinião sobre os acontecimentos. Não sei se pelo fato de não estar acostumada, mas a narrativa me lembrou a forma como estórias infantiis são contadas, principalmente contos de fadas... Não sei se essa era a ideia da Barbara quando escreveu o livro, mas enfim não me dei muito bem com a narrativa. Em compensação o diálogo entre os personagens, flui levemente e chega a ser envolvente, tanto que mesmo tendo uma certa dificuldade de me acostumar com narrativa, li até o fim porque queria saber como ia terminar e já tinha escolhido o meu pretendente kkkkkkkkkkkk.
A autora nos passa vários ensinamentos no decorrer da estória, e cada personagem em especial representa isso, assim como Keylli é o símbolo da esperança, Malu e o da inveja, Giovanne o do companheirismo e Edu a mudança, a prova de que nada esta perdido e que o amor e o bem sempre vencem independente dos obstáculos.


Pensamento de Edu: -“Algumas coisas só mudam quando encontramos
o verdadeiro amor. Hoje posso dizer que sou feliz”.
Pensamento de Keylli: “Para o meu conto ser de fadas, eu
tive que acordar e viver a vida, como ela realmente é”.


Enfim, como a questão de narrativa é um pessoal meu, eu super recomendo a estória por ter achado um romance fofo, além de que no final a autora nos presenteia com uma coisa inesperada kkkk já li livros onde o autor deixou o final em branco para que nós leitores completássemos como quiséssemos, mas um livro com dois finais diferentes para você optar pelo melhor? Isso realmente foi uma inovação!! E na minha opinião um super ponto pra autora pela criatividade e pelo arranjo.

Barbara está de parabéns pela estória, pela mensagem e pelo o enredo... A mensagem final é tocante, e pra alguém como eu que nunca leu os agradecimentos, fiquei surpreendida com o que encontrei no final.

Espero que tenham gostado e espero mais ainda que leiam e se apaixonem por esse romance meigo como eu me apaixonei!

Super beijokas e até a próxima.





Essa obra faz parte do Desafio Literário 2015
1. Ler um livro com a capa amarela
Seguindo o Coelho Branco
Real Time Web Analytics