Últimas Resenhas

[Resenha] Entre quatro paredes - B.A . Paris

14 novembro 2017

Título: Entre quatro Paredes 
Subtitulo: O casamento perfeito ou a mentira perfeita?
Gênero: Triller | Crime | Mistério e Suspense 
Autor: B. A. Paris 
Editora: Record 
Páginas: 266
Ano: 2017


Sinopse:
Um thriller sobre um sonho que torna-se pesadelo.
Grace é a esposa perfeita.
Ela abriu mão do emprego para se dedicar ao marido e à casa. Agora prepara jantares maravilhosos, cuida do jardim, costura e pinta quadros fantásticos. Grace mal tem tempo de sentir falta de sua antiga vida.
Ela é casada com Jack, o marido perfeito.
Ele é um advogado especializado em casos de mulheres vítimas de violência e nunca perdeu uma ação no tribunal. Rico, charmoso e bonito, todos se perguntavam por que havia demorado tanto a se casar.
Os dois formam um casal perfeito.
Eles estão sempre juntos. Grace não comparece a um almoço sem que Jack a acompanhe. Também não tem celular, que ela diz ser uma perda de tempo. E seu e-mail é compartilhado com Jack, afinal, os dois não guardam segredos um do outro. Parece ser o casamento perfeito. Mas por que Grace não abre a porta quando a campainha toca e não atende o telefone de casa? E por que há grades na janela do seu quarto?
Às vezes o casamento perfeito é a mentira perfeita.

Em 
Entre quatro paredes, vamos acompanhar uma narrativa em primeira pessoa, onde Grace Angel nos contará sua trajetória dentro de um casamento psicologicamente abusivo.

"Havia algo de conservador no jeito de Jack que eu achava revigorante: ele abria as portas para mim, me ajudava a vestir o casaco e mandava flores. Ele fazia com que eu me sentisse especial, amada,e,o melhor de tudo, adorava Millie."


Grace teria uma vida solitária, se não fosse sua irmã Millie, quem ela tem como uma filha, já que, após nascer foi praticamente rejeitada pelos pais por ter síndrome de down. Grace sempre amou a irmã e fez de tudo por ela, até mesmo assumir a responsabilidade de sua criação, mas todo esse amor era um empecilho para os relacionamentos, já que seus namorados sempre arrumavam um jeito de abandoná-la quando descobriam sobre Millie.

Ela já havia desistido de ter uma família que não fosse Millie quando conhece Jack, um advogado nomeado, que trata de causas de mulheres que sofrem de agressão. Jack é o homem perfeito, não por seu status, mas por ser amoroso, educado e demonstrar ter um imenso afeto por Millie.

Acreditando ter reencontrado a sorte, Grace aceita se casar com Jack após 6 meses de relacionamento, já está combinado que Millie irá morar com eles quando fizer 18 anos e Grace não poderia estar mais contente, até chegar a sua lua de mel e descobrir que seu marido é um psicopata!!! 

"(...) Eu mal comecei a entender o que Jack sabe desde o início: o medo é o melhor freio de todos."

Esse livro é a prova do quanto às aparências enganam, Jack aparenta ser o homem perfeito, até que Grace não tenha mais como fugir das suas garras, mas vale lembrar que o prêmio pelo qual ele anseia é Millie. Ele é um psicopata psicológico, Jack em nenhum momento agride Grace fisicamente, mas com suas palavras ele a domina, a escraviza e a humilha, nada o atrai mais que cheiro de medo, e por Millie ter síndrome de down ele acredita que ela seja uma vítima perfeita, fácil de assustar e manipular.

Jack começa a privar Grace das coisas aos poucos até que ela fica sem conforto algum e à mercê dele, a narrativa vai se dividindo entre o passado e o presente e aos poucos você vai conseguindo assimilar a esposa perfeita de hoje, com as loucuras de Jack no passado.

"Não há livros, papel ou caneta para me distrair. Eu passo os dias suspensa no tempo, uma massa sem vida na humanidade. É assim que Jack enxerga as coisas."

A leitura é surpreendente, o autor é malicioso, meticulosos e pensou em cada detalhe minucioso, por inúmeras vezes me peguei pensando em como a Grace podia fugir, se livrar de Jack, e logo em seguida ela tomava a atitude que eu havia imaginado tendo como resultado mais frustração, tanto para ela quanto para mim.

Cada detalhe é minucioso, Jack possui um poder psicológico surpreendente sobre a protagonista e o leitor, na metade da obra eu já me sentia enclausurada no lugar dela, querendo sair correndo e gritando! Com uma escrita detalhada e delicada, Grace nos insere no seu mundo, fazendo com estejamos nas situações com ela. Com uma narrativa deliciosa e desesperadora o autor te prende em um livro curto porém poderoso, onde não existe fuga.

Todos os personagens são inteligentes, Millie apesar de ter síndrome de down é extremamente inteligente e surpreende muito no decorrer da obra, Jack é sem comentários, me senti presa no lugar de Grace e me peguei varias vezes querendo matá-lo, mas como disse, meus planos eram sempre descobertos, e Grace? Bom... a evolução de Grace na trama é comovente, arrastada e finalmente surpreendente!!! O final vai te deixar sem palavras com certeza!!

Entre quatro paredes é uma leitura rápida, menos de 5 horas e já tinha acabado, uma recomendação que valeu cada segundo! Top melhores do ano, e aí vai ler?



Real Time Web Analytics