Últimas Resenhas

[Resenha] Majestade - Malu Ghrinaldi

11 setembro 2017

Título: Majestade 
Subtítulo: A História do cavalo branco
Gênero: Fantasia | Romance 
Autora: Malu Ghiraldeli
Editora: Arwen 
Páginas: 512
Ano: 2017



Sinopse:
Mariana nunca gostou muito de cavalos, mesmo vivendo em uma fazenda e tendo um pai fascinado por eles. Porém, durante uma exposição, ela acaba se encantando por um que não está a venda. Seu dono diz que o cavalo se chama Majestade e que gostaria de lhe contar uma história. A única condição é que ela acredite nele. Assim, Mariana se vê diante do que pode ser uma grande mentira ou a verdade mais fantástica. Prepare-se para conhecer o mesmo cavalo de Napoleão, de Henrique VIII, o último cavalo do Czar, a melhor montaria do Rei Arthur. Ele é perfeito. Ele é imortal. Ele é o melhor cavalo que pode existir. Só que ele não é um cavalo. Você acredita?


Sabe 
aquele livro que você olha e sabe que quando virar a primeira página vai ser amor eterno? Pois é... vi a capa de Majestade e me vi fascinada pelo livro, além de ter um animal como protagonista, uma coisa que amo nos livros, ainda tem muita história e aventura.

"Acreditar é algo como magia, você sente o poder fluir."

Mariana tem 20 anos, vive em uma fazenda com seus pais e suas irmãs, seu pai cria animais e tem um tremendo fascínio por cavalos, já ela? Prefere os livros. Mas um dia Mari acompanha seu pai em uma feira de animais, não que ela tivesse ido por vontade própria, foi de babá da irmã mais nova mesmo. Seu pai vendo seu tédio, lhe oferece um presente e manda ela escolher um cavalo ( um presente bem humilde né?), ela pra deixar o pai feliz resolve ir ver os cavalos, mesmo que nunca vá realmente montá-lo.

Quando Mari chega a sessão dos equinos, encontra o saudoso Majestade, um cavalo lindo, grande, imponente e majestoso como seu nome, e assim, como num passe de mágica, ela deseja aquele cavalo, e apesar de tentar de todas as formas um negociação, Majestade não está à venda. Se vendo derrotada, ela resolve chamar o dono do cavalo para trabalhar em sua fazenda, o rapaz aceita, e diz que para que ela tenha Majestade ela precisa primeiro ouvir uma história e acreditar.



"Mas o problema era que as palavras de Bernardo deram uma luz nova a Majestade, foi como se mecanismos rodassem e rodassem até encontrarem um eixo ideal, que fez tudo ter sentido: Majestade era encantado."

E aí a coisa pega! Majestade na verdade é um príncipe que foi amaldiçoado a 1500 anos atrás por ser uma pessoa sem coração, ou melhor, um príncipe bem cruel e adora caçar, e em uma de suas caçadas Daren mata um unicórnio e é amaldiçoado pelo deus Irlandês da floresta. Ele é aprisionado ao corpo de uma cavalo, sua noiva usada como isca para o unicórnio se torna uma estátua e seu empregado Baird se torna seu guardião. Para que a maldição seja quebrada Baird precisa achar alguém que acredite na sua história, e essa se torna a missão mais difícil de toda a sua existência.


Quando Baird. agora Bernardo conhece Mariana, ele vê nela suas últimas esperanças de quebrar a maldição, depois de 1500 anos, Daren já esta se perdendo no corpo do animal e talvez não tenha mais tanto tempo para esperar, e assim Bernardo começa a contar sua história para a jovem que até o final será um de seus grandes amores.

A história de Bernardo é praticamente impossível de acreditar, um príncipe amaldiçoado preso no corpo de um cavalo e um homem com mais de 1000 anos? Mas ainda sim ela prometeu escutar até o fim,  e só la tirar conclusões. E aos poucos Mari vai se encantando por esse home louco e cheio de histórias, e por mais incríveis e ridículas que pareçam, as vezes ela acha que algo pode ser verdade.


"Mas o problema era que as palavras de Bernardo deram uma luz nova a Majestade, foi como se mecanismos rodassem e rodassem até encontrarem um eixo ideal, que fez tudo ter sentido: Majestade era encantado." 

A história é sensacional, Bernardo ou Baird ou Baduleire como ele se auto intitulará no decorrer dos anos de sua vida, começa sua saga acompanhado do Grande Mago Merlin e segue pela Tavola Redonda, passando por inúmeros fatos históricos que tiveram em algum momento a participação de um cavalo, até chegar ao nosso conhecido D. Pedro em seu cavalo branco as margens do Rio Ipiranga. Confesso que esses 1500 anos de história deixaram o livro um pouco longo, mesmo sabendo que a autora resumiu boa parte dos acontecimentos, e eu por não ser uma das maiores conhecedoras dos clássicos fiquei perdida.

Por não conhecer muitos dos personagens históricos no decorrer da aventura, acabei me perdendo e a leitura acabou ficando cansativa para mim, mas veja bem, o fato de ter me cansado não significa de forma alguma que seja culpa da autora, mas sim da leitora que por não conhecer os grandes personagens da história ficava torcendo para que o relato acabasse para enfim saber se Mari ia acreditar.... E quando acabou valeu cada segundo gasto, o livro termina de uma forma divertida e encantadora, apaixonante!

A Mari foi de uma criatividade extrema, e o fato dela pegar um personagem que é tão presente nos nossos contos de fadas favoritos, mas ainda sim desvalorizado e transformá-lo em um protagonista tão especial em tantas histórias importantes, só mostra o quanto ela teve uma ideia genial, e foi isso que mais me cativou.

A escrita da autora é leve e gostosa, e tirando os momentos em que me perdi na história kkkkkk a leitura foi bem rápida, ou seja, se você conhece Henrique VIII, Robin Hood, Maria Antonieta, Shakespeare entre outras histórias vai ler numa piscada de olhos, e veja bem, não é que eu desconheça completamente a existência desses personagens, só nunca me aprofundei nas histórias kkkkkkkkkkkkk.

A diagramação do livro esta linda demais, cada capítulo vem com uma ilustração linda de cavalos, sem falar claro, nos inícios de capítulos, todos enfeitados, revisão esta bacana e as páginas amareladas transmitem tranquilidade durante a leitura, só me incomodei com a fonte que é um pouco menor que as de costume. 

Se você curte boas fantasias, vai amar Majestade e sua história, se gosta de história, vai encontrar um livro cheio de pesquisa, e apesar de alguns acontecimentos terem sido alterados para o encaixe com a obra, ainda sim é inegável o trabalho de pesquisa e a dedicação da autora.

Um livro que eu super indico e que com com certeza vou reler,já que agora me sinto na obrigação de me aprofundar na história desses personagens históricos e voltar para conversar com Baird.

Malu muito obrigada pela oportunidade de conhecer uma história tão rica e um cavalo tão majestoso.







Real Time Web Analytics