Últimas Resenhas

[Resenha] A Melodia Feroz #01 - Victoria Schwab

19 julho 2017

Título: A Melodia Feroz - Livro 01
Série: Monstros da Violência #01
Gênero: Distopia | Fantasia | Ficção | Jovem Adulto
Autora: Victori Schwab 
Editora: Seguinte 
Páginas: 384
Ano: 2017


Sinopse:
Kate Harker e August Flynn vivem em lados opostos de uma cidade dividida entre Norte e Sul, onde a violência começou a gerar monstros de verdade. Eles são filhos dos líderes desses territórios inimigos e seus objetivos não poderiam ser mais diferentes. Kate sonha em ser tão cruel e impiedosa quanto o pai, que deixa os monstros livres e vende proteção aos humanos. August também quer ser como seu pai: um homem bondoso que defende os inocentes. O problema é que ele é um dos monstros, capaz de roubar a alma das vítimas com apenas uma nota musical. Quando Kate volta à cidade depois de um longo período, August recebe a missão de ficar de olho nela, disfarçado de um garoto comum. Não vai ser fácil para ele esconder sua verdadeira identidade, ainda mais quando uma revolução entre os monstros está prestes a eclodir, obrigando os dois a se unir para conseguir sobreviver.


K

atherine teria tudo para ser uma adolescente normal, a não ser o fato de que ela quer ser um monstro, com 16 anos em 5 anos já passou por 6 colégios, ela não quer estar protegida, ela quer estar perto do pai e mostrar que é forte, não é fraca como a mãe, ela pode lutar!! Após colocar fogo na capela do último colégio, ela enfim consegue o que quer, agora ela está em casa, agora ela pode provar que é uma Harcker e que sua lugar é ali no poder.


August é um monstro, apesar de ter a aparência de uma adolescente, ele não é humano. Não sabe como nasceu, só sabe que apareceu em um colégio depois de uma chacina. Ele é um Sunai, uma criatura nascida da morte, da violência, ele se alimenta de almas através da música, August só queria ser humano, e depois de muito exigir a sua família para ajudar, ele recebeu sua missão, deve ficar de olho em Katherine, terá que agir como um adolescente normal e vigiar aquela que é filha do maior rival de sua família. 

" - Dói - ele sussurrou  - O quê?  - Ser. Não ser. Me entregar. Me conter. Não importa o que eu faça, tudo dói."

Kate gosta de August, ela se sente bem ao lado dele, mas ele é diferente, além de não ter medo dela como todos, ela sabe que August esconde algo, afinal ela se reconhece nele, um bom mentiroso sempre reconhece outro, mas o que seria? Kate descobre o que August é, e pretende usá-lo como prêmio para ganhar a confiança de seu pai, mas ao ser atacada por dois Malchais rebeldes e se ver salva por ele, suas intenções podem mudar...

O mundo que conhecemos hoje foi repartido, um lado administrado por Harcker onde dinheiro paga segurança e ele controla os monstros e do outro por Flynn, onde monstros são assassinados. Um lugar onde mortes, assassinatos e suicidios em massa geram monstros. August é um Sunai, nascido de um assassinato em massa, nasceu da noite pro dia e se alimenta de almas de assassinos, mas tudo que ele deseja é ser um humano, enquanto Kate humana, se esforça para se tornar um monstro e assim adquirir a admiração e respeito do pai, dois seres que são opostos, desejam os opostos, mas vão encontrar as respostas juntos.

Ameeeeeeeeei o livro, ele supriu e muito minhas expectativas, nada de romance adolescente e nem de mela mela, veja bem, eu amo um água com açúcar, mas ação é sempre bem vinda, e em A Melodia Feroz, ação é o que não vai faltar. Kate é uma personagem extremamente forte, mesmo que seja pelos motivos errados, após perder a mãe em um acidente de carro, a única coisa que lhe sobrou foi seu pai, um homem forte e frio que comanda os monstros da cidade com mãos de ferro, ou comandava já que uma rebelião esta se formando bem embaixo do seu nariz.

August luta todos os dias para encontrar sua humanidade e se manter longe de mortes, até passar fome para ele é melhor do que seguir seus extintos, mas uma hora a fome vence, ela sempre vence. Quando August enfim foi desigando para uma missão não esperava que fosse se disfarçar de um humano, e também não esperava que fosse encontrar em Kate um ombro amigo, mas contra todas as expectativas eles virarão amigos, e vão lutar juntos pela liberdade de cada um, seja ela monstro ou humana.

"Era um golpe cruel do universo que ele apenas se sentisse humano depois de cometer algo monstruoso, pensava August."

Eu amei a escrita da autora, leve e contagiante, o enredo flui com velocidade máxima, e em meio a adrenalina e emoções, quando você menos espera, o livro já acabou, e acaba de uma forma sensata, satisfatória e única.. ou seja... da para sobreviver até o próximo volume.

Com uma capa e diagramação impecável, a leitura de A melodia feroz esta mais que recomendada para quem gosta de distopias e aventuras eletrizantes, com uma pitada de crítica moral e ética, um livro completo e mágico que promete conquistar muitos fãs ainda.


Real Time Web Analytics