Últimas Resenhas

[Resenha] Apenas um sonho - Guilherme Gomes

21 julho 2017

Título: Apenas um sonho 
Gênero: Suspense | Drama 
Autor: Guilherme Gomes 
Editora: Coerência
Páginas: 250
Ano: 2017


Sinopse:
Essa é a história de Gabriel, um garoto atormentado pelo seu subconsciente que ao descobrir uma espécie de doença psicológica com o poder de mudar o rumo de sua vida, é guiado para um futuro imutável.
Afogando-se em um mundo obscuro localizado em sua própria mente, o jovem culpa-se pelos acontecimentos já vistos nos quais não pode impedir ou interferir. Sentindo-se inútil e frágil diante do destino ganha um entendimento superficial em relação ao seu futuro: “A minha vida já foi escrita, não posso mudá-la”.
O garoto envelhece tentando ignorar as suas visões para não se culpar. Mas, nos seus atos de ignorância, percebe que mesmo que ignore o futuro, o futuro jamais o ignora. E assim, abandona as teorias e agarra-se a uma certeza absoluta: “É preciso acabar com isso, antes que isso acabe comigo. ”
Buscando na música uma forma de se agarrar à realidade, Gabriel vivencia suas aventuras de forma comum como qualquer outro adolescente. Até o momento em que seu subconsciente volta a interferir em sua sanidade, confundindo-o e o deixando desequilibrado, batalhando numa constante guerra emocional.




Gabriel 

era bem jovem quando teve seu primeiro sonho, nele seu cachorro morria, e quando acordou, foi batata! Dali por diante suas noites eram tomadas por sonhos e seres estranhos que ele não conseguia identificar.

"Há pessoas que dizem que os sonhos são lembranças de outra vida, mas há quem diga que são também memórias do futuro."


Tentando viver sua vida jovem e continuar a curtir aquilo que a vida têm pra lhe oferecer Gabriel tenta esquecer os sonhos e se esforça para continuar vivendo, mais em determinado momento as coisas saem de controle e ele já não sabe mais destingiria quando está dormindo e quando está acordado, atordoado ele resolve pedir ajuda, e assim descobre uma doença psicológica.

Quando li a sinopse do livro fiquei encantada e imaginei uma ou cheia de fantasia e aventura ou com muito drama e suspense, e apesar de ter uma pitada de drama no enredo, a história me deixou confusa e não consegui posiciona-la.

Quando Gabriel é apresentado com seus sonhos, logo de cara achei que o personagem tivesse um dom, e acreditei que isso se desenvolveria e faria alguma diferença no enredo, mas quase no fim do livro o personagem é diagnosticado com esquizofrenia, e sem mais detalhes os sonhos se mantém.

Acredito que o autor quis apontar um assunto sério no enredo, mas infelizmente ele se perdeu e acabou deixando a coisa toda sem nexo. Um esquizofrênico possui sintomas, tratamentos e cuidados que não foram explicados no livro, e acredito eu, que prever o futuro não seja um dos sintomas da doença, sendo assim, fiquei sem saber que rumo ele queria levar na história.

O final foi rápido, meio apressado, e fiquei sem entender quem enfim estava narrando, se o médico ou o paciente. O livro é narrado em primeira pessoa e acontece em dois tempos, o presente e o passado de Gabriel.

A editora fez um trabalho bem bacana, e apesar de ter localizado erros na revisão, a capa e diagramação são impecáveis.

Gostaria muito de dizer que esse livro, assim como alguns que já li sobre doenças psicológicas foi muito bom e tocante, mas esse não foi o caso. Apesar do enredo ser bom e ter tudo para ser um livro exemplar, fosse ele sobre fantasia ou sobre a doença em si, sinto que o enredo se perdeu e o autor não soube qual caminho seguir. 




Real Time Web Analytics