Últimas Resenhas

[Resenha] A Rebelde do Deserto #01 - Alwyn Hamilton

06 março 2017

Título: A Rebelde do Deserto - Livro 01
Série: A Rebelde do Deserto #01
Gênero: Fantasia | Distopia | YA
Autora: Alwyn Hamilton
Editora: Seguinte
Páginas: 288
Ano: 2016


Sinopse:
O deserto de Miraji é governado por mortais, mas criaturas míticas rondam as áreas mais selvagens e remotas, e há boatos de que, em algum lugar, os djinnis ainda praticam magia. De toda maneira, para os humanos o deserto é um lugar impiedoso, principalmente se você é pobre, órfão ou mulher.

Amani Al’Hiza é as três coisas. Apesar de ser uma atiradora talentosa, dona de uma mira perfeita, ela não consegue escapar da Vila da Poeira, uma cidadezinha isolada que lhe oferece como futuro um casamento forçado e a vida submissa que virá depois dele.

Para Amani, ir embora dali é mais do que um desejo — é uma necessidade. Mas ela nunca imaginou que fugiria galopando num cavalo mágico com o exército do sultão na sua cola, nem que um forasteiro misterioso seria responsável por lhe revelar o deserto que ela achava que conhecia e uma força que ela nem imaginava possuir.


Olá 
Pessoal!!

Hoje trago um dos lançamentos da Seguinte que vem dando o que falar, recebi o exemplar como cortesia de um evento, e até então não tinha me despertado curiosidade, mas aí uma amiga leu, falou tanto que me rendi e fui parar nesse mundo distópico, numa aventura onde até a narrativa vem carregada de terra do deserto e sopro de ar quente, vamos conhecer Amani, a rebelde do deserto.

"Sonhar com os lugares de que minha mãe falava deixou de ser suficiente quando o alçapão se abriu sob os pés dela." 

Amani é órfã de pai e mãe, mora com a tia, irmã de sua mãe, mais uma penca de crianças e adolescentes todos filhos de seu tio com todas as suas esposas, sim, em Miraji onde nossa história acontece os homens possuem várias mulheres, e as mulheres não possuem nenhum valor. Amani podia considerar ter nascido mulher um azar, mediante sua situação, mas ainda sim, nada na protagonista se mostra fraco ou sensível. Desde pequena ela treina atirar sozinha, e assim se tornou uma das melhores atiradoras do deserto, seu maior desejo é fugir, sair daquela casa e enfim conhecer a cidade dos devaneios de sua mãe, se juntar a sua outra tia e ter uma vida completamente diferente.

Na busca desenfreada por fuga, ela conhece Jin, o forasteiro que salva sua vida não uma mais algumas vezes, o desenrolar do romance dos dois é leve, sem muito mimimi, mas com aquele gostinho de quero sempre mais. Com o desenrolar do enredo Amani consegue fugir com Jin, e nessa jornada desenfreada pelo Deserto, ela pode descobrir não ser nada daquilo que imaginava, mudado completamente seus rumos e planos de um futuro calmo e tranquilo.


"Diga que é assim que deseja que sua história seja contada, e vamos escrevê-la pela areia até o mar. É só dizer."

Amani não tem nada de mocinha, é uma atiradora exemplar e se enfia em várias encrencas sem medo do que vai enfrentar,  seu maior desejo é fugir da casa de sua tia, antes que seja obrigada a se tornar mais uma das esposas de seu tio, que a come com os olhos todos os dias. Quando ela finalmente consegui fugir é com a ajuda de Jin, o forasteiro que ela conheceu numa disputa de tiros, onde um salvou a vida do outro.

Jin é o típico galã, corajoso, arisco, engraçado, cheio de charme e mistério, ao que tudo indica eles são amigo, mas ele não revela muito do seu passado, há não ser quando fala mais do que devia, mas logo se fecha na sua bolha novamente. Só que ele será o responsável por Amani descobrir quem realmente é, e assim alterar toda a rota de fuga da nossa protagonista.

A autora criou um mundo fantástico cheio de lendas e seres mitológicos, uma mistura de ação, fantasia e romance na dose certa que vai te prender da primeira a ultima página. Com uma escrita contagiante, a narrativa é tão perfeita que você se sente dentro do deserto junto com os personagens. Ela também dá um destaque muito grande as mulheres no enredo, já que em grande parte são elas que comandam tudo.

O romance ficou super gostoso, a forma como ela desenvolveu a aproximação do casal, faz com que se crie uma ansiedade para o próximo volume, a espera de que isso se concretize, ao invés de ficar enjoativo. Com uma narrativa leve e bem desenvolvida, Alwyn estréia no mundo literário com perfeição, causando suspiros e criando fãs já de cara.

O livro é intrigante e cheio de mistérios, quando você acha que acabou, ela saca mais uma carta da manga e surpreende o leitor. O enredo é narrado em terceira pessoa e tudo é visto através dos olhos de Amani, todos os personagens forma muito desenvolvidos, e por mais de uma vez fui surpreendida durante a leitura.

Com perfeição Alwyn criou um livro bem divertido, Amani é o símbolo do cinismo e Jin não fica atrás com suas piadas e segredos.


"Você é um charme de pessoa, alguém já te disse isso?- Pra falar a verdade, já. Mas costumam dizer sem revirar os olhos."

A capa do livro é muito show, e o segundo também não ficou para trás, a diagramação e revisão estão no ponto tornando a leitura ainda mais agradável.

Só posso dizer que fui pega de surpresa, amei a leitura, com um contexto diferenciado e um mundo cheio de magia, foi amor a primeira vista, Alwyn e amarrou de todas as formas possíveis e não vejo a hora de ter o segundo volume.




Real Time Web Analytics