Últimas Resenhas

[Resenha] A Rosa e a Adaga #02 - Renée Ahdieh

24 fevereiro 2017

Título: A Rosa e a Adaga - Livro 02
Série: A Fúria e a Aurora #02
Gênero: Romance | Ficção | Fantasia 
Autora: Renée Ahdieh
Editora: Globo Alt 
Páginas: 366
Ano: 2017


Sinopse:
A esperada continuação de A Fúria e a Aurora, inspirado no clássico As mil e uma noites Sherazade chegou a acreditar que seu marido, Khalid, o califa de Khorasan, fosse um monstro. Mas por trás de seus segredos, ela descobriu um homem amável, atormentado pela culpa e por uma terrível maldição, que agora pode mantê-los separados para sempre. Refugiada no deserto com sua família e seu antigo amor, Tariq, ela é quase uma prisioneira da lealdade que deve às pessoas que ama. Mas se recusa a ficar inerte e elabora um plano. Enquanto seu pai, Jahandar, continua a mexer com forças mágicas que ele ainda não entende, Sherazade tenta dominar a magia crescente dentro dela. Com a ajuda de um tapete velho e um jovem sábio e tempestuoso, ela concentrará todas as suas forças para quebrar a maldição e voltar a viver com seu verdadeiro amor.


Olá 
Pessoal!!
Depois de meses de angústia, Khalidi chegou!!! Explode corações aí.... Assim que essa beldade chegou, foi inevitável furar a fila, passar na frente, dar preferência... chamem do que quiser.. eu não ia deixar Khalidi jan me esperando, e então vamos ao que interessa.


"A dor da perda de algo que ainda não partiu é grande. Maior do que qualquer coisa que ele já tinha sentido."

Esse volume se inicia com uma continuação próspera do fim do primeiro volume, Shazi se encontra no acampamento com sua família após ser resgatada por Tariq da cidade em chamas, mas ela não esta feliz, nada feliz na verdade, ela não queria ter deixado Khalidi e seu maior desejo é voltar para Rey e seu amado, mas nesse momento ela se vê obrigada a permanecer no acampamento pela segurança de sua família... Mas estamos falando de Shazi e isso não  vai durar.

Khalidi continua em Rey, ajudando os moradores secretamente a reconstruir  a cidadela, tentando assim apaziguar seu sofrimento por ter sua esposa longe, e ainda sim, sem saber os reais motivos do caos e da tempestade que devastou Rey, ele segue se culpando pela maldição e acreditando que o melhor para Shazi é se manter longe dele.

Shazi busca desesperamente encontrar uma forma de salvar seu pai, que se encontra ferido e acompanhado daquele estranho livro, e seu marido, uma forma que possa quebrar a maldição e assim acabar com a guerra que esta para ser iniciada. Com esses objetivos em mente Shazi resolve se aventurar em seu tapete mágico e pedir ajuda para a única pessoa que ela sabe entender de magia, o Musa Zaragoga, e é nesse momento que ela conhece Artan, um jovem mago que irá ajudá-la tanto com seus poderes desconhecidos, como com a maldição de Khalidi.

Nesse segundo volume a coisa é muito intensa, Shazi esta muito mais indomável que antes, afastada de seu amor ela só vê perigo e luta, enquanto o casal tenta se acertar e quebrar a maldição alianças políticas vão sendo fechadas na tentativa da tomada do trono  de Khalidi.


"- Eu te amo - Sherazade suspirou. - Você é tudo que sou.- E você é tudo que serei."

Esse livro é muito mais adrenalina e romance que o primeiro, os encontros de Shazi e Khalidi são quentes e intensos, além do que, Renée nos mostra muito mais daqueles que só vimos de relance no primeiro volume, Tariq, Irsa e Rahim terão uma participação muito importante no desfecho do casal, e Renée por muitas vezes me emocionou com esse grupo e até me fez sentir traída com alguns acontecimentos que só por Deus.

Enfim, é muito difícil falar desse livro, fiquei algum tempinho aqui, olhando o note tentando decidir como escrever, por 7 meses esperei para saber o desfecho desse romance e Renée conseguiu me ganhar ainda mais e me deixar sem chão com o final desse livro e os acontecimentos. Com uma maestria incrível ela me levou por essa viagem pelo deserto que para mim acabou muito rápido, mal comecei e já estava no fim, mas as sensações transmitidas pela escrita da autora são indescritíveis para mim reles mortal.

Gostaria muito que Renée desse uma continuação para essa trama, que escrevesse um romance lindo para aqueles que também ganharão meu coração, mas que finalizaram a série com um destino incerto. Adoraria ver eles se apaixonando e se aventurando pelo deserto, eles merecem e nós também.


"Era porque ambos eram as duas metades de uma só coisa. Ele não pertencia a ela. E ela não pertencia a ele. Ninguém pertencia a ninguém.Ambos eram um só."

A edição esta mais que perfeita, uma capa linda, que ficou mais linda ainda com uma citação da blogueira que vos fala, muita emoção pro meu coraçãozinho sensível kkkkk, além de uma diagramação impecável, cheia de floreios e uma revisão nota 10.

Não tenho mais o que dizer dessa série sem revelar mais do que devia, então sim, se não me ouviu na primeira resenha, essa é sua chance de viajar pelo deserto com essa protagonista pra lá de forte e carismática, com uma língua afiada e um coração maior que o mundo. Leia essa série e se encante e se apaixone, assim como muitos de nós já fomos fisgados.




Real Time Web Analytics