Últimas Resenhas

[Resenha] A Menina dos Olhos Molhados - Marina Carvalho

29 novembro 2016

Título: A Menina dos Olhos Molhados 
Autora: Marina Carvalho 
Gênero: Chick - Lit | Romance 
Editora: Globo Alt
Páginas: 296
Ano: 2016


Sinopse:
Bernardo é jornalista por vocação: curioso, comprometido e muito bom com as palavras. Trabalha há anos em um importante jornal da cidade e suas matérias investigativas são sempre elogiadas. Ele só tem uma limitação... Odeia trabalhar em equipe. Há alguns anos, Bernardo sofreu com uma grande decepção amorosa, o que contribuiu para o seu jeito fechado e antipático. Por isso a incumbência de levar Rafaela – a nova estagiária do jornal – para todos os lugares é como o inferno para ele. Bernardo não perde nenhuma oportunidade de evitá-la, mas Rafa, além de ser uma jornalista extremamente talentosa, não engole desaforo. Com o passar dos dias, Bernardo percebe que não conseguirá seguir seu plano de ignorar a estagiária, muito menos todos os sentimentos que ela desperta nele. Entre reportagens intrigantes e perigosas, eles vão descobrir que têm muito mais em comum do que a imensa paixão pelo jornalismo...


Em 
parceria com a Globo Alt, recebi a mais nova obra da Marina Carvalho, como já sou fã da autora há algum tempo, conheço e aprecio sua escrita, não pensei duas vezes e me joguei na leitura assim que chegou.


"É a segunda vez na vida que encontro uma garota com esse tipo de olhar."

Bernardo é um jornalista no setor investigativo do Jornal de Minas, um dos consagrados do Estado, mas apesar de bom na sua função, como pessoa ele já se mostra um ser muito mais que complicado. Tendo sofrido um bocado com seu primeiro relacionamento sério, Bernardo se fechou não só para o amor como para a o mundo. Ele não sabe trabalhar em equipe, e apesar de ter como sua editoria seu lugar favorito, a chegada de uma estagiária pode estar prestes a virar seu mundo de pernas para o ar.

Rafaela é jovem, bonita e até que encantadora, apesar de ser o desastre em pessoa, estudante de jornalismo, conseguiu um estágio por indicação, o que ela não esperava é que seu gestor, seria o satanás em pessoa, mais conhecido como Bernardo Venturini.

De forma alguma Bernardo vai facilitar a vida da Rafaela, ele odeia trabalhar em equipe e ser a babá da estagiária não esta nos planos de carreira dele, a única coisa que ele deseja mais que se livrar dela, é conquistar a vaga de correspondente internacional, sendo assim a vida da menina vira um inferno, ele é grosso, pirracento e abelhudo, e confesso que fiquei pasma com a capacidade dela de aturar esse ser.

O livro é narrado em primeira pessoa e com o decorrer dos capítulos, você vai conhecendo o passado de Bernardo, nosso narrador, e apesar de ele ter passado por uns maus bocados na mão de Valentina, sua ex- namorada bruaca, ainda sim não consigo aceitar sua atitude com a pobre e desastrada estagiária.

O romance acontece de forma suave, e gostei muito disso, não foi amor miojo, 3 min e pá, a entrosação do casal levou tempo, e Bernard precisou chegar ao nível de perder para perceber que não podia mais viver sem, ainda sim, confesso que não me encantei, ele era muito grosso e até agora não consegui entender como ela conseguiu se apaixonar por ele, ainda sim, se apaixonou.


"Procuro não dar importância ao fato de, de repente, ter começado a encontrar qualidades físicas na estagiária."

O livro é rico em informações, e demonstra claramente toda a pesquisa feita pela autora para embasar a profissão do protagonista e o mundo que ele habita, ou seja, ainda que seja um romance, Marina teve como sempre, o cuidado de incluir outro protagonista na obra.... O jornalismo. O dia a dia do jornal é repleto de ação e isso é demonstrado no decorrer das páginas, o perigo esta a solta e os personagens estão sempre envolvidos em investigações criminosas buscando furos jornalísticos, mostrando assim um pouco dessa área que muitas vezes não é valorizada.

Depois de finalizar a leitura, descobri que essa obra, é o segundo volume de Azul da cor do mar, onde o romance é narrado por Rafaela, ou seja, se não leu o primeiro não se sentirá perdida, e se leu, chegou a hora de conhecer a versão de Bernardo dos fatos.

Apesar de amar a Marina e sua escrita leve e apaixonante, confesso que esse não foi nem de longe tão bom quantos as suas outras obras, talvez eu tenha pego birra de Bernardo e sua postura mimada, mas o negócio é que que realmente queria que ele tivesse sofrido um pouquinho. Apesar dele ter se tornado um bom namorado, ainda sim não entendo como ela se apaixonou pelo carrasco, e mais ainda como o perdoou com tanta facilidade.

A edição esta mais que incrível, Renatinha como sempre dando um show na arte da capa, tem como não amar essa loira??? Diagramação e revisão impecáveis, aliás a Globo Alt tem um trabalho que eu como blogueira, tenho que dizer, não vejo essa perfeição em muitas editoras.


Se você gosta de romance fofo com mocinho rebelde, essa é com certeza uma boa pedida, um romance narrado pelos olhos do garoto mau criado que se trona o apaixonado incurável.


"Sempre estranhei quando alguém afirma ver estrelas ou sentir uma corrente elétrica ao beijar outra pessoa. Para mim, essas declarações nunca passaram de exagero ou frases comuns em livros de amor. Mas acabo de comprovar que sensações como essas podem existir de verdade."



Real Time Web Analytics