Últimas Resenhas

[Resenha] Era uma vez no Outono #02 - Lisa Kleypas

17 junho 2016

Título: Era uma vez no Outono - Livro 02
Série: Wallflowers | As quatro estações do Amor #02
Autora: Lisa Kleypas
Editora: Arqueiro
Páginas: 288
Ano: 2016


Sinopse:
A jovem e obstinada Lillian Bowman sai dos Estados Unidos em busca de um marido da aristocracia londrina. Contudo nenhum homem parece capaz de fazê-la perder a cabeça. Exceto, talvez, Marcus Marsden, o arrogante lorde Westcliff, que ela despreza mais do que a qualquer outra pessoa.Marcus é o típico britânico reservado e controlado. Mas algo na audaciosa Lillian faz com que ele saia de si. Os dois simplesmente não conseguem parar de brigar.Então, numa tarde de outono, um encontro inesperado faz Lillian perceber que, sob a fachada de austeridade, há o homem apaixonado com que sempre sonhou. Mas será que um conde vai desafiar as convenções sociais a ponto de propor casamento a uma moça tão inapropriada?


Olá Pessoal,
Hoje trago a continuação da série da Diva Lisa Kleypas As quatro estações do Amor. Já estava namorando esse livro desde que descobri, na leitura do primeiro que seria uma série, e quando vi a capa foi amor à primeira vista.

Nesse segundo volume vamos acompanhar a saga de Lilian (uma das flores secas) em busca de seu par ideal, mas ao que tudo indica, seu par não terá nada de ideal, pelo menos não para ela.


Tudo começa com Lilian indo encomendar um perfume que seria uma iguaria,depois de usar seus dons olfativos passando em um teste com o mestre de perfumes, ela acaba ganhando uma colônia mágica, o que ela não esperava é que a colônia despertaria os instintos mais primitivos de seu pior pesadelo.

Marcus, ou melhor, o Conde de Westcliff, é o melhor amigo de nosso querido Hunt, e depois dos acontecimentos do livro anterior acabou se tornando um grande amigo de sua recém desposada Anabelle, uma das antigas flores secas. Sério e destemido, Marcus é conhecido por seu bom caráter e seu porte de cavalheiro irredutível.

Mas apesar de muito cortês, Lilian e sua irmã Dayse Bowman são duas criaturas que ele não suporta, principalmente a mais velha que para ele parece um corcel indomável, uma americana sem bons modos, e fora do padrão, um ser irredutível e de pouca classe. Pelo menos essa é sua opinião inicial.



“A extraordinária insolência de Lilian a tornava diferente de todas as mulheres que Marcus já conhecera. Isso e o rounders que elas tinham jogado em roupas íntimas o convenceram de que Lilian Bowman era um demônio.”


E vai ser entre farpas, brigas, ofensas e crises que esses dois irão se apaixonar e lutar para enfrentar as diferenças de classes sociais, afinal Marcus é um conde, e não se espera dele, menos do que uma fina esposa para gerar herdeiros legítimos, e vamos combinar que de fina a Lilian só possui a cintura ahahahahhahah, e será esse espírito desordeiro e incontrolável que irá encantar nosso conde, sempre tão centrado e comportado, um homem que nunca foi desafiado ou envergonhado por uma dama, e que via o casamento apenas como um acordo entre partes.



“Até agora Marcus nunca tinha considerado a ideia de se casar como algo além de um dever necessário para preservar a linhagem Marsden. Mas nos últimos tempos lhe ocorrera que seu futuro poderia ser muito diferente do seu passado.”


A princípio Lilian acredita que o encanto de Marcus se dera graças ao perfume, mas depois de fazer todas as flores experimentarem e nada acontecer, ela começa a ficar na dúvida, mas ainda sim não perderá a oportunidade de torturá-lo, mesmo que seja pelo efeito do perfume.



“Era o efeito do perfume, pensou Lilian, sombria. Tinha achado que se divertiria muito torturando Westcliff com a relutante atração dele por ela. Em vez disso, aquilo se voltara contra ela de um modo muito desagradável. Era ela quem estava sendo torturada.”

Só que o feitiço pode se virar contra o feiticeiro, e ela pode se ver apaixonada por aquele que julgou ser a pior espécie de homem e que jurou nunca se casar com alguém parecido ou com o mesmo humor.


Essa é minha segunda experiência com a escrita da autora e já posso garantir que sou fã, assim como no primeiro livro, Lisa desenvolve o romance com muita aventura e comédia, tudo na dosagem perfeita. Com uma escrita leve e uma narrativa envolvente vamos acompanhar mais um despertar de um romance, fazendo assim com que o número de flores secas diminua.

Nessa série teremos um encontro com os personagens já citados no livro anterior, o que é ótimo, assim matamos a saudade do casal que já passou, e acompanhamos como anda a vida de casados de Hunt e Anabelle. Conheceremos mais dos personagens incluindo o triste passado de Marcus, que apesar de ser um conde refinado e muito gentil e educado, teve uma criação bem difícil, já que seu pai era bem rígido, e exigia nada menos que a perfeição do filho.

A edição da arqueiro como sempre esta linda, uma capa apaixonante para viciados em romance de época como eu, folhas amareladas e fonte confortável, diagramação impecável, nenhum erro que eu tenha notado.


Foto linda que eu ganhei do meu amigo @Luentrelivros! Acompanhe o Instagram dele


Sendo assim, depois de me apaixonar por Westcliff e ele já ter sido arrebatado por Lilian, não posso fazer ais nada há não ser esperar pelo próximo volume que já possui capa.

Minha avaliação são 5 borboletas e favorito, super indico para quem ama um romance de época, alguns vestidos bufantes, uma rapaz bem educado, um cortejo e uma mocinha sem nada de mocinha!!!






Conhecendo a Série:


Primeiro livro da série As Quatro Estações do Amor, esta é uma emocionante história de uma jovem que sai em busca de um marido, mas encontra amizades verdadeiras e desejos intensos que ela jamais poderia imaginar. Lisa Kleypas é autora da série Os Hathaways, que já venderam 100 mil exemplares no Brasil. Seus livros já foram traduzidos para 28 idiomas. Apesar de sua beleza e de seus modos encantadores, Annabelle Peyton nunca foi tirada para dançar nos eventos da sociedade londrina. Como qualquer moça de sua idade, ela mantém as esperanças de encontrar alguém, mas, sem um dote para oferecer e vendo a família em situação difícil, amor é um luxo ao qual não pode se dar. Certa noite, em um dos bailes da temporada, conhece outras três moças também cansadas de ver o tempo passar sem ninguém para dividir sua vida. Juntas, as quatro dão início a um plano: usar todo o seu charme e sua astúcia feminina para encontrar um marido para cada, começando por Annabelle. No entanto, o admirador mais intrigante e persistente de Annabelle, o rico e poderoso Simon Hunt, não parece ter interesse em levá-la ao altar – apenas a prazeres irresistíveis em seu quarto. A jovem está decidida a rejeitar essa proposta, só que é cada vez mais difícil resistir à sedução do rapaz. As amigas se esforçam para encontrar um pretendente mais apropriado para ela. Mas a tarefa se complica depois que, numa noite de verão, Annabelle se entrega aos beijos tentadores de Simon... e descobre que o amor é um jogo perigoso.     Resenha


Próximo volume:

Agora é a vez de Evangeline Jenner, a Wallflower mais tímida que também será a mais rica quando receber sua herança. Mas primeiro ela tem que escapar das garras de seus ambiciosos parentes, Evie recorre a Sebastian, visconde de St Vincent, um conhecido mulherengo, com uma proposta incrível: que se case com ela!A fama de Sebastian é tão perigosa que trinta segundos a sós com ele arruínam o bom nome de qualquer donzela. Mesmo assim, esta cativante jovenzinha se apresenta em sua casa, sem acompanhante, para lhe oferecer sua mão.Mas a proposta impõe uma condição: depois da noite da lua-de-mel, o casal não voltará a ter relações íntimas. Evie não deseja torna-se apenas mais uma que Sebastian descarta sem piedade, o que significa que Sebastian simplesmente tem que trabalhar mais duro na sua sedução... ou, talvez entregar seu coração pela primeira vez em nome do verdadeiro amor.

Real Time Web Analytics