Últimas Resenhas

[Resenha] A Promessa da Rosa - Babi A. Sette

21 janeiro 2016

Título: A Promessa da Rosa
Autora: Babi A. Sette
Editora: Novo Século
Páginas: 432
Ano: 2015


Sinopse:
Século xix: status, vestidos pomposos, carruagens, bailes… Kathelyn Stanwell, a irresistível filha de um conde, seria a debutante perfeita, exceto pelo fato de que ela detesta a nobreza; é corajosa, idealista e geniosa. Nutre o sonho de ser livre para escolher o próprio destino, dentre eles inclui o de não casar-se cedo. No entanto, em um baile de máscaras, um homem intrigante entra em cena… Arthur Harold é bonito, rico e obstinado.Supondo, por sua aparência, que ele não pertence ao seu mundo, à impulsiva Kathelyn o convida a entrar no jardim – passeio proibido para jovens damas. Nunca mais se veriam, ela estava segura disso. Entretanto, ele é: o nono duque de Belmont, alguém bem diferente do homem que idealizava, só que, de um instante a outro, o que parecia a aventura de uma noite, se transforma em uma paixão sem limites.Porém, a traição causada pela inveja e uma sucessão de mal-entendidos dão origem ao ciúme e muitas reviravoltas. Kathelyn será desafiada, não mais pelas regras sociais ou pelo direito de trilhar o próprio caminho, e sim, pela a única coisa capaz de vencer até mesmo a sua força de vontade e enorme teimosia: o seu coração.


Olá Pessoal!!!
É tão gostoso começar a ler aquilo que você estava desejando, e nada melhor do que férias para colocar estas tão desejadas leituras em dia, e óbvio que estou curtindo muito a minha folga, então vamos a mais uma...


"Enquanto houverem histórias de amor nascendo e vivendo em nossos corações, todas as rosas cumprirão a sua promessa."

Kathelyn é uma jovem de 16 anos que corrompe todas as leis e costumes das damas da sua época, uma jovem linda e entusiasmada que ama história e aprontar peripécias, tanto que sua última lhe garantiu um castigo que a impediu de estrear como uma debutante em busca de seu pretendente ideal. Mas ao contrário de tudo que se pede de uma dama, Kath não quer se casar por obrigação, ela sonha em um casamento com amor e se recusa a ser tratada como uma égua.


"Sempre foi esse o problema em vestir saias. Ela gostava demais da queimação do perigo, da emoção, de poder ser descoberta, daquele estado excitante em que entram todos os sentidos diante de um desafio."

Quando ela finalmente consegue ser liberada para seu primeiro baile, acredite, ela não esta empolgada com a ideia das valsas e sim com a oportunidade de ouro que tem nas mãos, já que na mansão da noite existe uma linda coleção de relíquias egypsias, as quais ela sonha em ter acesso, e é nessa noite fatídica que ela conhecerá o Falcão, um belo rapaz de cabelos morenos e sedutor que Kath em um momento de loucura convida para um passeio no jardim e acaba beijando acreditando ser apenas um qualquer, mas seu engano será gigantesco.

Belmonte, ou melhor o Nono Duque Belmont quando resolveu vir pra Inglaterra atrás de uma noiva para gerar um herdeiro, nunca imaginou que conheceria tamanha joia, linda e encantadora, desafiadora e mais inteligente do que qualquer dama da alta sociedade deveria ser, com certeza ela seria uma ótima esposa, ao seu estilo e se adaptaria facilmente ao seu modo de vida, mas jamais poderia se casar com alguém sem posto, e uma dama da alta sociedade jamais iria ao jardim sozinha com um cavalheiro desconhecido e muito menos beijá-lo


"Entretanto, já havia decidido que escolheria uma esposa adequada e que se habituasse ao seu estilo de vida. Uma mulher que tivesse personalidade. Não queria uma boneca amarrada com fitas que aprendera a dizer duas frases na vida. - Sim, meu senhor. Não, meu senhor. - Queria uma mulher autêntica, que o desafiasse. Somente assim a relação não cairia no tédio. Somente assim ele seria capaz de se manter afastado de outras mulheres."

Quando finamente os dois descobrem quem realmente são sem as máscaras, todo o bolero do cortejo se iniciará, agora que Belmont sabe que Kath é uma layde da alta sociedade, não existe mais motivos para que ele não há despose, porém ele terá que ter cautela já que ela não é um doce de menina e se parece bem mais com um corcel indomável.

Entre beijos quentes, carícias, amor e muita comédia, problemas aconteceram e levarão o casal a se afastar, com um contexto cheio de maus entendidos esses dois terão que passar por muitos problemas, para quem sabe ficarem juntos. E Kath vai descobrir que seu maior inimigo mora dentro do seu próprio corpo, seu coração.

"Eu vou tirar todas as suas roupas - Uma trilha de beijos deixada no pescoço. - E vou lhe deixar nua sem nenhuma ilusão. - Outra labareda de fogo marcada em seu rosto através dos lábios dele. - E vou amar você com tanta intensidade que quando acabarmos, não restará nada seu que você não tenha revelado e nada meu que permaneça oculto."

O romance acontece no séc XIX, na época da antiga Inglaterra onde vestidos espalhafatosos eram o luxo e ser cortejada por um nobre uma dádiva. Ao meu ver, impossível não se encantar por esse cenário e todos esses vestidos, bailes e cortejos, resumindo, o livro mal havia começado e já estava completamente apaixonada por tudo nele.

Kath é uma protagonista apaixonante em todos os sentidos, seu espírito sempre jovem e aventureiro tem um quê de quero mais bagunça que encanta o leitor, e Belmont era um cafageste mas acabou amarrado pela dama mais inapropriada de toda a corte.

O romance é cheio de altos e baixos, e me fez perceber o quanto a falta de diálogo pode levar a maus entendidos e a problemas gigantescos, afinal esse é um dos motivos que faz com que o casal permaneça afastado por um bom período e nos leve a loucura sem saber como será o final.

O casal é completamente apaixonado e quando estão juntos pega fogo, Belmont é um mestre do jogo e consegue articular as coisas de forma magnífica com relação ao casamento, quem leu vai me entender, mas como toda coisinha escondida no mundo sempre tem alguém pra descobrir nem tudo foi tão perfeito.


"Ele era todo intensidade, como o trovão e a fome e fazia dela uma substância moldável as suas necessidades como a água e a terra."

Com muita intriga, ciúme, comédia, amor, momentos hots e tristes esse com certeza virou meu queridinho de 2016, e claro vou adquirir não só ele como o outro livro da Babi, já que virei fã número 1 depois dessa leitura apaixonante. E como a maioria dos livros nacionais que já li, o título é perfeito é só durante a leitura você vai entender o sentido de A Promessa da Rosa

A escrita da Babi é magnífica, digna de um romance britânico, leve e descontraída nos leva longe nas palavras, nos vicia e nos condena a permanecer grudados no livro até a última página,ela conseguiu construir uma história apaixonante e viciante, daquelas que quando acaba você se sente orfã.

Como li em e-book só posso fazer minhas considerações a capa, mas de coração, só a capa já vale pelo livro todo, Deus que capa é essa... Não sei quem fez, mas gostaria de declarar ao artista que foi um trabalho maravilhoso, a capa ficou de tirar o fôlego.   

Como já declarei, ele é meu queridinho do ano, ou o primeiro deles!!



Real Time Web Analytics