Últimas Resenhas

[Resenha] Soldier - Sam Angus

06 outubro 2015

Título: Soldier
Autor: Sam Angus
Editora: Novo Conceito
Páginas: 256
Ano: 2015


Sinopse:
Quando Tom Ryder é convocado para lutar na Primeira Guerra Mundial, não imagina o quanto o seu irmão mais novo, Stanley, sentirá sua falta. A única alegria do garoto são os filhotes de Rocket, a cadela premiada que é o orgulho da família. Porém, ao descobrir que Rocket teve filhotes mestiços, o pai de Stanley fica furioso e ameaça afogar os cãezinhos.Inconformado e desejando reencontrar Tom, Stanley foge de casa. Mentindo a idade, consegue se alistar no exército britânico. Somente o amor incondicional pelos animais será capaz de fazê-lo sobreviver à brutalidade e à frieza dos campos de batalha. Uma prova de que a inocência e a sensibilidade podem ser mais poderosas do que a guerra.
SOLDIER: Leal até o fim é um livro emocionante e intenso, recomendado para leitores de todas as idades, especialmente para os apaixonados por cães.

Olá Pessoal, 
Hoje tem resenha de cortesia da Novo Conceito! \O/, correndo contra o tempo para colocar todas essas leituras maravilhosas em dia.


" Se um cachorro o ama, ele vai fazer qualquer coisa por você."

Stanley é um jovem de 12 anos e vive com seu pai ( Da ), órfão de mãe, teve seu irmão levado para os campos de combate, recrutado para ajudar na luta da França contra a Alemanha, e após essas perdas, seu Da nunca mais foi o mesmo.

Convivendo em meio a escassez da I Guerra Mundial, o único que deveria lhe oferecer conforto se torna um homem rude e amargurado, que sobrevive todos os dias como se não houvesse lhe sobrado nada.


"- nada mais significava alguma cosa para Da, nunca mais, não agora que todo o amor tinha se esvaído e a raiva tinha ocupado seu lugar."

Mas a gota d'água para Stanley será o momento em que seu pai em meio a grosseria, afoga seu cachorro Soldier ( Soldado, em homenagem ao seu irmão que esta na guerra), o filhote mestiço da sua cadela de raça, pelo simples fato dele não ser puro, já que Rocket fugiu no cio e acabou cruzando com o cão dos ciganos.

É nesse momento que Stanley resolve fugir de casa e ir atrás de seu irmão mais velho Tom no meio da guerra, nas linhas de frente da França, mas sua jornada, será longa, e apesar da sua facilidade em entrar no exército, sua jornada será longa e perigosa, mas agora ele não esta sozinho, Stanley virou o novo adestrador de cães mensageiros do exército e possui um novo companheiro, Bones, um cão Dinamarquês, grande e amoroso que logo conquistará não só o coração de Stanley,mas o do leitor também.

Quando vi esses olhos lindos na estante da Novo Conceito disponível para cortesia, não pensei duas vezes e nem se quer olhei para os outros, meu coração já era de Soldier, sem dúvida alguma, mas quando comecei a história, não imaginava que iria encontrar um cão que me emocionasse mais do que Marley e suas peripécias.

Stanley é jovem e não entende a dor da perda de seu pai, e como qualquer adolescente anseia por carinho e afeto, mas Da não esta disponível para isso, seu coração esta partido e ele precisa ficar sozinho. Quando Rocket foge, Da culpa Stanley e todas as formas, e a gestação mestiça da cachorra é mais que odiada, já que para Da, as coisas mais importantes naquele momento, eram seus animais de raça que lhe traziam tanto orgulho.


" (...) desejo que um dia, daqui a muitos anos, você compreenda que a dor pode levar um homem a realizar coisas terríveis."

Quando Stanley percebe que seu pai afogou Soldier, nunca única esperança de companhia em meio ao mundo cheio de destroços da guerra, ele sente que nada mais o prende, e já que Da não sente sua falta, então ele vai ficar com o irmão e tentar ser útil.

Ao chegar no exército todos percebem que ele é muito jovem para estar lá, mas mesmo assim não o mandam de volta, ao invés disso, o colocam em uma função até então segura atrás das linhas de batalha, Stanley agora é adestrador de cães mensageiros, e apesar de sua dor pela perda, aos poucos ele aprenderá a amar o grandão, mas fiel Bones.

Stanley e Soldier passarão por grandes momentos na qual enfrentarão grandes dificuldades e e aprenderão muito. A história é linda, emocionante, e nos trás um aprendizado inimaginável de até onde o amor puro de um animal e uma criança podem ir.
Gostaria de falar mais, mas sem spoilers seria impossível vocês terão de ler para conferir essa incrível e emocionante história


"O cão deve querer estar com você. Se ele quiser estar com você - estava dizendo Richardson -, então ele será leal, corajoso e honrado. Não só isso: ele vai ser impulsionado como se por uma espécie de magnetismo, atravessando em meio às bombas caindo, através de furacões de fogo e de campos com tanques se deslocando, pelo seu desejo de estar com você. Se ele o amar, vai correr para casa, para você, mesmo através de nevascas de estilhaços de ferro."

A autora soube levar o texto com maestria, com uma narração hora em primeira pessoa, hora em terceira pessoa, não existe a possibilidade de não se prender ao livro.

A Novo Conceito como sempre, trabalhando com extrema atenção e paixão, nos proporciona mais um exemplar delicadamente trabalhado, e com uma diagramação perfeita, onde as páginas amareladas com letras medianas, tornam a leitura confortável, incluindo os trabalhos de edição que colocaram páginas enfeitadas no livro separando suas partes, já que o mesmo se divide em três, com relação a revisão, localizei pequenos erros no fim do livro, acredito que o revisor assim como eu ficou emocionado demais kkkkkkkkkkkkk, mas nada que atrapalhe.

Sei que sou uma pessoa suspeita, mas não ligo, kkkkkkkkkkkk só peço que deem uma oportunidade para que esse lindo mestiço conquiste o coração de vocês como conquistou o meu! Soldier sem sem dúvida alguma vai pro Top Favoritos de 2015.

Espero que tenham gostado e que eu não tenha falado demais, leia e voltem pra me contar!

Beijokas e até a próxima.




Real Time Web Analytics