Últimas Resenhas

[Resenha] Segredos de uma noite de Verāo - Livro 01 - Lisa Kleypas

05 agosto 2015


Título: Segredos de uma noite de Verão - Livro 01
Série: Quatro Estações do Amor
Autora: Lisa Kleypas
Editora: Arqueiro
Páginas: 288
Ano: 2015


Sinopse:Segredos de Uma Noite de Verão - Apesar de sua beleza e de seus modos encantadores, Annabelle Peyton nunca foi tirada para dançar nos eventos da sociedade londrina. Como qualquer moça de sua idade, ela mantém as esperanças de encontrar alguém, mas, sem um dote para oferecer e vendo a família em situação difícil, amor é um luxo ao qual não pode se dar.Certa noite, em um dos bailes da temporada, conhece outras três moças também cansadas de ver o tempo passar sem ninguém para dividir sua vida. Juntas, as quatro dão início a um plano: usar todo o seu charme e sua astúcia feminina para encontrar um marido para cada, começando por Annabelle. No entanto, o admirador mais intrigante e persistente de Annabelle, o rico e poderoso Simon Hunt, não parece ter interesse em levá-la ao altar – apenas a prazeres irresistíveis em seu quarto. A jovem está decidida a rejeitar essa proposta, só que é cada vez mais difícil resistir à sedução do rapaz. As amigas se esforçam para encontrar um pretendente mais apropriado para ela. Mas a tarefa se complica depois que, numa noite de verão, Annabelle se entrega aos beijos tentadores de Simon... e descobre que o amor é um jogo perigoso. - See more at: 




Olá Pessoal!!!
Hoje trago pra vocês a resenha do nosso  #TopLeitura de Julho!


Annabelle Peyton é uma jovem que se encontra a beira da maturidade, integrante da alta sociedade onde alguns costumes devem ser levados a linha, ela se vê em uma situação bem complicada. Órfã de pai, ela é sua família estão entrando em um momento de urgência onde as contas estão se tornando grandes infortúnios.

Colocada a força em uma situação de extrema dificuldade financeira, ela se vê obrigada a arrumar um casamento antes que seja tarde demais e a reputação e condições de sua família sejam arruínadas por completo.

Desesperada por encontrar um marido, Annabelle se une a outras três floreiras ( damas da alta casta que se mantêm sentadas durante os bailes esperando pacientemente que algum cavalheiro as tire para uma dança), a fim de arquitetar um plano onde juntas encontrariam maridos para todas, a começar por ela própria já que seu tempo de juventude está chegando ao fim, mas eis que o único homem que a convida para uma dança é Simon Hunt, um cavalheiro  "casca de uva" que não possui sua estima.

"Estou começando a acreditar que existem dois tipos de pessoas: as que escolhem ser proprietárias de seu próprio destino e as que esperam sentadas enquanto outros dançam:"


Simon Hunt é um homem dotado de grande beleza e charme, dinheiro não é um problema pra ele já que, mesmo tendo nascido filho do açougueiro, com muito esforço e tamanha esperteza se tornou um dos comerciantes mais ricos da velha Inglaterra. Mas infelizmente isso não o torna digno da Aristocracia Inglesa e sua falta de bons modos não corrobora para que isso ocorra.

Mas apesar de sua carranca sincera e fora dos padrões, ali ainda bate um coração, e desde 2 anos antes, tem por Annabelle um tremendo desejo, mas ele não é o tipo de homem que se casa, ela a quer como Amante, e esperará que ela caía em desespero e não tenha mais opção a não ser se render a ele.

"Não era mais que um homem que possuía uma enorme quantidade de dinheiro e que carrega com a frustração de saber que não lhe serviria de nada na hora de conseguir o que mais desejava."

No desenrolar da história Anabele e as floreiras vão encontrar uma forma de se aproximar dos solteiros cobiçados em uma grande festa, podendo assim colocar o plano de matrimônio em ação, momento em que a história começa a ficar bem empolgante.


Como podem ver, o livro acontece em uma época passada, onde ainda existiam dotes , e claro, minha parte preferida: o cortejo! Época onde as mulheres andavam todas cobertas e um simples selinho seria o suficiente para um casamento forçado, não que isso seja bom kkkkkk

Annabelle precisa de um marido rico desesperadamente, e Simon a deseja com todas as suas forças, desde que lhe roubou um beijo de tirar o fôlego a anos atrás, mas ela não o quer e sua repudia por ele é enorme, até que ela se vê doente e começa a descobrir um lado bom naquele homem brusco que a esta cuidando com muito carinho e dedicação, mesmo que seja constrangedor!



"Por alguma razão, Annabelle foi incapaz de reprimir o sorriso que lhe provocava esse mal educado uva sem semente. Separou-se da mesa e se sacudiu o pó da saia."

O livro é perfeito, e confesso que no começo tive muita dificuldade para me adaptar aos termos e a linguagem coloquial, mas como podem ver, me adentrei tanto na história que estou cá a falar como as damas daquela época Kkkkkkkkkkk

Cheio de tramas e momentos hilários, o livro apesar de ter uma história presumível nos encanta e surpreende, já que a autora prolongou-se no final dando um contexto significativo e entusiasmante! Não esperava pelo que veio a seguir e confesso que fiquei encantada.

Repleto de romance e comédia, com momentos bem quentes, ele é uma leitura curta e agradável para quem gosta de romances de época, sendo o primeiro volume de uma série, não escondo o desejo e a ansiedade que guardarei dentro de mim até que os próximos sejam lançados, o que espero sinceramente que a Arqueiro faça bem rápido.



"Responderei a esse comentário em um segundo - ... assim que consiga reprimir o impulso de te golpear com o primeiro objeto pesado que encontre."

Como li em e-book não posso analisar a diagramação, mas no quesito capa, tenho que dar meus parabéns, já que ela, na minha opinião é linda e representa muito bem Annabelle.
A história é narrada em primeira pessoa, e a todo momento você poderá se deparar com os sentimentos de Annabelle com relação a todos os acontecimentos. Todos os personagens são muito bem construídos e de suma importância para a trama.

Acho que não devo dizer mais nada ou acabarei contando  mais do que devo, espero que vocês leiam e que voltem para me contar o que acharam!

Beijokas e até a próxima



"—Quero te fazer gritar; quero que me arranhe e que te deprima em meus braços —sussurrou, e a incipiente barba lhe raspou a pele —. Preciso te tocar por toda parte, por dentro e por fora, tão longe como posso chegar … —Cedendo a um desejo selvagem, deteve-se e esmagou os lábios da Annabelle com firme pressão, como se o sabor, de sua boca fora um exótico afrodisíaco que o levasse a loucura."


Real Time Web Analytics