Últimas Resenhas

[Resenha] Priest - Sierra Simone

19 agosto 2015

Título: Priest ( Padre )
Autora: Sierra Simone
Editora: CreatSpace Independent
Páginas: 247
Ano: 2015


Sinopse: 
Existem muitas regras que um padre não pode quebrar.Um padre não pode casar. Um padre não pode abandonar seu rebanho.
Um padre não pode abandonar seu Deus.Eu sempre fui bom em seguir regras.Até que ela veio.Meu nome é Tyler Anselm Bell. Tenho 29 anos de idade.Seis meses atrás, eu quebrei meu voto de celibato no altar da minha própria igreja, e Deus me ajude, eu faria novamente.Eu sou um padre e está é a minha confissão.



Olá Pessoal!
Hoje vou falar de um livro que depois de gerar tanta polêmica na redes sociais, acabou que despertando a curiosidade da equipe Paraíso e resolvemos nos aventurar e descobrir o motivo de tanto auê!


" Si vis amaris, ama"  Se deseja ser amada, ame

Como o título mesmo já informa, Priest contará a história de um Padre da igreja católica. Pe. Bell como é conhecido por seus fieis, é um homem comum, mas que aceitou a missão de servir a Deus como penitência pela morte de sua irmã.

Tyller há alguns anos atrás perdeu sua irmã adolescente, que cometeu suícidio na garagem de sua casa, e foi nesse momento, que Bell descobriu que sua irmã era abusada sexualmente pelo padre da capela de sua cidade. Sua irmã sempre foi uma boa menina, e o fato dele nunca ter percebido nada, faz com que ele se sinta culpado e carregue esse peso por muitos anos após a perda. Vendo que sua família que era extremamente católica e sua cidade perderam a fé depois da repercussão da morte da sua irmã, ele resolve que será o homem de Deus que irá renovar os votos dessas pessoas tão humildes.

Tyler é um homem comum em suas horas vagas, corre para se exercitar, escuta Britney ( ok, talvez isso não seja tão normal, mas ao ler você vai entender kkkkkk) e ama The Walkin dead, além claro de pensar muitas asneiras como todo homem comum, mas ele terá sua vida virada de cabeça para baixo com a chegada de uma nova moradora na cidade.

Poopy é uma morena sexy e atraente que acabou de se mudar para a pequena cidade de Kansas City, ela possui muitos pecados, mas ela não se arrepende de quase nenhum, filha de pais ricos, ela fugiu de casa e resolveu ter sua própria vida sendo independente e tendo liberdade, e acabou encontrando tudo isso em uma balada Streaper! Mas sua vida pode mudar de rumo após uma simples confissão, na simples capela de Sta Margaret.

O romance é completo de drama, já que Bell esta dividido entre seu amor por Deus e seu amor carnal. E nós iremos acompanhar essa luta, onde ele precisa tomar uma decisão, já que não é possível manter seu amor e seu cargo.


"E lá estava ela... A escolha. Preto e Branco, noite e dia, um ou outro. Poppy ou Deus."

Eu não sou uma católica fervorosa, mas confesso que me sinto na obrigação de avisar aqueles que são, para passarem bem longe da obra, ela ainda não chegou no Brasil e muito me admira que a Igreja não tenha proibido sua publicação nos EUA.

Mas enfim, conceitos e preconceitos a parte, eu gostei muito da história, o livro é narrado em primeira pessoa, pelo próprio Bell, o que é justíssimo e torna tudo mais interessante, já que os demônios são dele, e no caso ninguém melhor do que ele para nos contar.

O romance entre Bell e Poppy é extremamente carnal, e muito, muito quente, confesso que certas passagens foram incômodas e surreais até mesmo pra mim que não sou uma cristã fervorosa, mas ainda assim, não é uma relação feia ou de abuso, na leitura é possível perceber que a autora tenta mostrar o Padre como nada mais nada menos que um homem comum, com desejos e perdições.

Durante a leitura, fica bem claro que Bell cometeu m engano ao se tornar um padre, sua vida sempre foi cheia de coisas carnais, e abandonar  essa filosofia de vida para um homem pode não sr tão. Mas tudo ia bem e seu lado sexua até que estava bem controlado, mas com a chegada de Poopy a sua cidade tudo fica mais complicado.

Ela não é nada santa, e grande parte da recaída de Tyler se dá a ela, já que a mesma não facilita com suas confissões picantes ao pobre padre.E para completar a trama, existe alguém no passado de Poppy que não aceita ficar no mesmo, ameaçando colocar todo o segredo dela e Pe. Bell em risco.

O romance é único e não posso negar que seja muito criativo, cheio de detalhes que mostram que a autora tinha pleno conhecimento do que estava falando, o que torna tudo mais interessante e real. E no final? Bom, no final você fica com aquela dúvida de que será que isso é possível? Na minha concepção acredito que sim, e durante a leitura até descobri um caso real em que o Padre abdicou do claro para viver um amor.


"Eu ansiava por ela como uma pessoa iria ansiar por ar, incessantemente ofegante, e isso me deixou tão pouco espaço para pensar em outra coisa."

Na minha concepção, acima de qualquer coisa eles são homens, e se o amor é uma coisa de Deus, ter uma família por que viver e lutar, porque o próprio servo dele tem que se negar a sentir esse amor tão puro? 


"A diferença entre a inveja e o ciúme é sútil, mas distinta, uma vez que você conhece os sabores e os contornos de ambos."

Bom essa é a minha opinião pessoal, como já disse acima gostei do livro e se tivesse físico no Brasil eu adquiria, mas de qualquer forma, se sentiu curiosidade leia, ma leia preparada para o que te espera.

PS: Não sei o motivo,mas procurei na internet pela resenha, e não localizei nenhuma, talvez as pessoas tenham ficado com receio, não sei.

Espero muito que tenham gostado, se já leram ou forem ler, vem me contar o que acharam, e se quiserem ver algo que esta explodindo nas mídias, deixa aí no seu comentário que vamos procurar e trazer a resenha pra você!

Beijokas e até a próxima!





Real Time Web Analytics