Últimas Resenhas

[Resenha] Harry Potter e a Pedra Filosofal - J. K. Rowling #1

25 março 2015

Título: Harry Potter e a Pedra Filosofal
Série: Harry Potter
Autor: J. K. Rowling
Editora: Rocco
Ano: 2000
Páginas: 223

Sinopse: Harry Potter é um garoto comum que vive num armário debaixo da escada da casa de seus tios. Sua vida muda quando ele é resgatado por uma coruja e levado para a Escola de Magia e Bruxaria de Hogwarts. Lá ele descobre tudo sobre a misteriosa morte de seus pais, aprende a jogar quadribol e enfrente, num duelo, o cruel Voldemort. Com inteligência e criatividade, J. K. Rowling criou um clássico de nossos tempos. Uma obra que reúne fantasia e suspense num universo original atraente para crianças, adolescentes e adultos.




Olá pessoas bonitas! ^^
Hoje apresento a vocês a minha humilde resenha do primeiro livro da fantástica série de J. K. Rowling, Harry Potter e a Pedra Filosofal. Conhecido no mundo inteiro, a série do bruxinho órfã Harry, conquistou pessoas de diversas faixas etárias desde o primeiro livro e posteriormente, filme.
Eu praticamente cresci junto com os filmes dessa série, mas nunca tinha pego pra ler. Em uma visita a Biblioteca Pública da minha cidade eu vi o livro e pensei "Porque não?" e acabei trazendo para casa para ler.
Desde pequena sempre fui apaixonada pela história de Harry Potter e toda a aventura que gira em torno de sua vida, mas não imaginava que fosse um livro tão apaixonante.

Após ler o livro, consigo entender melhor o porque a obra de Rowling cativou tantas crianças. É bastante emocionante a história do pequeno Harry. A trama inicial nos mostra algo que beira muito a realidade. Uma criança órfã que é maltrata pela "família adotiva". Harry não tem um quarto só para si, não tem boas roupas, boa alimentação e nem o carinho daqueles que o criam - seus tios -, porém, ainda assim não deixa de ser um menino bonzinho e com um coração de ouro, cheio de sonhos. Isso é o mais encantador. Harry é um menino muito inocente. A obra em si é muito inocente. Algo que eu realmente nunca tinha visto em nenhum livro que li até hoje.
Crescendo no mundo de trouxas (aqueles que não são bruxos), Harry nunca entendeu como fazia coisas milagrosas acontecerem ou porque pessoas estranhas o cumprimentavam no meio da rua e lhe davam sorrisos calorosos, principalmente, as pessoas de mais idade. O fato de ter sobrevivido ao ataque do cruel Lord Voldemort, ou melhor, Você-Sabe-Quem, faz dele um bruxo famoso, porém, até que ele descubra sua real descendência, ele não faz a mínima idéia do quão importante ele é. Seus sonhos se resumem apenas a sobreviver a cada dia as maldades de seu primo Duda e aos maus tratos de seus tios, mas o mais importante é que ele tinha esperança de que algo melhor um dia pudesse lhe acontecer.

"Quando era mais novo, Harry sonhava muitas vezes com um parente desconhecido que vinha levá-lo embora, mas isto nunca acontecera; os Dursley eram sua única família. Ainda assim, ele achava (ou talvez fosse só uma esperança) que estranhos na rua o conheciam." 

- Harry Potter

Com a morte trágica de seus país, Harry que ainda era só um bebê de apenas um ano, foi deixado na porta do seus tios Dursley por Alvo Dumbledore, Minerva McGonagall e Rúbeo Hagrid, acreditando que isso seria o melhor para o menino, uma vez que era única família que o pobre possuía. Prestes a completar 11 anos, Harry começa a receber misteriosas cartas, cartas estas que seus tios não queriam que ele botasse os olhos em cima. Somente na noite de seu aniversário, Harry recebe a visita inusitada de Hagrid, um Homem enorme, de aparência rustica e cheio de barbas que revela sua verdadeira história, até então ocultada por seus tios.
Daí por diante, sua vida da uma guinada emocionante, onde ele descobre amigos de verdade e que a magia quando usada pelas pessoas erradas, pode acarretar muitas coisas más. Porém, essa força tão poderosa também pode ser usada para o bem, trazendo coisas fantásticas e maravilhosas para um mundo recém descoberto.
Os personagens dessa história são tão apaixonantes quanto os dos filmes - com exceção de alguns, claro -, e o enredo foi extremamente bem construído. Eu simplesmente amei a história.
Já haviam me dito que o primeiro livro dessa série tinha um estilo bem teen e de fato é verdade. A escrita de J. K. Rowling é muito boa, embora em alguns momentos eu tenha ficado um pouco confusa. O livro é narrado em terceira pessoa, mas há momentos em que ela oscila entre primeira e terceira pessoa, mas isso não afeta de fato o entendimento e o contexto. Conheço todos os filmes da série, sempre amei e agora estou doida para ler os demais livro de Harry Potter.
Para quem nunca leu, super recomendo!
Irei ler os próximos e trarei a resenha para vocês.
Bom galera, espero que tenham gostado. Até a próxima! ♥
Real Time Web Analytics