Últimas Resenhas

[Resenha] Belleville - Felipe Colbert

02 outubro 2014

Título: Belleville
Autor: Felipe Colbert
Editora: Novas Paginas/Novo Conceito
Paginas: 304
Ano: 2014

Sinopse:
Se pudesse, Lucius aterrissaria em 1964 para ajudar Anabelle a realizar o grande sonho do seu falecido pai! De quebra, ajudaria a moça a enfrentar alguns problemas muito difíceis, entre eles resistir à violência do seu tio Lino. Claro que conhecer de perto os lindos olhos verdes que ele viu no retrato não seria nenhum sacrifício... Sem conseguir explicar o que está acontecendo, Lucius inicia uma intensa troca de correspondência com a antiga moradora da casa para onde se mudou. Uma relação que começa com desconfiança, passa pelo carinho e evolui para uma irresistível paixão – e para um pedido de socorro...

Olá Pessoal!!!
Pois é, o Setembro Nacional acabou, mas pra nossa imensa alegria as obras continuam... E como meu Setembro foi maravilhoso acompanhado dessas obras nacionais de tirar o fôlego, vou continuar assim... Sei que tenho muuuuitas obras pra ler e resenhar, mas estou dando preferência a todas as Nacionais na minha estante, e não estou me arrependendo.


A obra de hoje é Belleville do Felipe Colbert, outro autor que tive o prazer de conhecer na Bienal do Livro esse ano!!! E como podem ver, só conheci feras nessa Bienal, o que me faz ficar mais ansiosa pra do ano que vem, porque claro, agora a festa vai ser beem maior...

Então mãos a obra kkk

Lucius acabou de se mudar para Campos do Jordão, pela primeira vez ele irá morar sozinho, e isso torna tudo novo pra ele. A pouco tempo ele perdeu a mãe, e deixar seu pai sozinho o deixa desconfortável, mas é por um bom motivo, afinal ele esta indo para uma das melhores faculdades de matemática, realizar seu sonho. Ele é aquele cara caladão, na dele. Como um bom matemático, tudo na sua vida é lógico e calculado... Sua renda vinda de um investimento, esta calculada para suas despesas básicas até o final do curso daqui á 5 anos, e ele pretende cumprir tudo como manda seu senso lógico... Mas...


                         Há sempre uma PALAVRA que nos une.

E nesse caso é no sentido literal da coisa!!! 
Lucius descobre que no terreno dos fundos da casa alugada, existe uma construção de algo estranho, que foi abandonado no começo do projeto, após algumas xeretadas ele descobre as plantas do que parece ser uma montanha russa. Espantado ele tenta achar algo mais pela casa,que esclareça isso, e é assim que na biblioteca ele encontra a foto da antiga moradora, Anabelle. Na foto ela esta enterrando algo perto da montanha russa e ele curioso que só, resolve descobrir o que estava enterrado, assim Lucius tem contato com a primeira carta da moça dos olhos verdes!

Anabelle viveu na casa a 50 anos atrás, sendo mais exata em 1964, ficou orfã de mãe e depois do pai, que foi vencido pela tuberculose. Com apenas 18 anos, sem renda e sem nenhum parente para ajuda-la, a única companhia da garota é Tião, seu gato preto, seu melhor amigo... Até Lucius chegar. 

A carta foi deixada por Anabelle, na intenção de que o próximo morador, terminasse aquilo que era o sonho de seu pai, construir a montanha russa pra ela, com palavras simples e tocantes ela explica sua situação e pede ajuda ao próximo para que o projeto seja finalizado.

Quando Lucius, encontra a carta, se sente tocado, mas seu lado racional sabe que ele não tem condições de terminar o projeto, e assim ele resolve escrever outra carta e colocar junto com a de Anabelle na caixinha para apoiar a sua ideia e quem sabe ajudar a convencer o próximo morador.

O que eles não esperavam é que essas cartas seriam transportadas 50 anos futuro e 50 anos passado, fazendo com que os dois se comunicassem!!! No inicio, claro que a ideia de que isso possa realmente acontecer, vai gerar uma grande desconfiança entre os dois, mas depois de provas sinceras tudo começa a se tornar real.

[...] Mesmo com um coração de pedra, todo ser humano é capaz de sonhar.Se você tem sonhos, não zombe dos meus[...]

Ficou espantada(o)? Eu também.. kkkkkkkkkk

Quando soube da sinopse do livro, a primeira coisa que pensei foi no Filme A Casa do Lago, quem nunca viu vale á pena, o enredo é parecido, um casal se conhece através de cartas e se comunicam através do tempo por estarem na mesma casa em anos diferentes.

O romance de Lucius e Anabelle é puro, e quando digo isso é porque ele é puro da maior maneira possível, já que eles nunca se virão ou se tocaram, conhecem um ao outro por aquilo que é escrito nas cartas, e quem já escreveu, sabe, que é nesse momento que o melhor lado da pessoa que somos se apresenta. Pelo menos eu me sinto assim...

No papel, não há mentiras nem falsidade, a pessoa do outro lado não te vê, sendo assim você não precisa sorrir por medo de chorar... E é assim com eles.


Assim que encontrei a nova carta, mordi os lábios. Respirei fundo duas vezes e meus olhos enxergaram o brilho de lágrimas de alegria logo abaixo deles. Que ninguém me visse agora, senão eu morreria de vergonha.

Passei o livro inteiro me perguntando: Felipe quando eles vão se encontrar???? Desesperada pelo fim, e com medo do resultado, mas Felipe me surpreendeu em todos os aspectos.

Os personagens secundários, que não são vários, mas fazem diferença, e o melhor, quando você menos espera eles estão dando uma reviravolta em tudo!!! São cativantes ou no caso do Ed e os cones, irritantes a sua maneira kkkkk 

O livro é um sonho, e fico me perguntando: Será que Belleville existe? Escondida em algum lugar em Campos do Jordão? Acho que vou perguntar pro Felipe kkkkk

Mas a verdade mesmo, é que Campos nunca mias será a mesma aos meus olhos, e se eu voltar lá algum dia, aquelas ruas terão um toque de romance muito maior, e como minha imaginação trabalha que é uma beleza, com certeza vou imaginar Lucius e Anabelle passeando de Vespa por aquelas ruas.

Mas um livro que deveria virar filme, mas que ao pensar nisso me dá um medo, porque o livro é perfeito do jeito que esta, e o filme teria que ser tão perfeito quanto, e na minha opinião sem alterações!!!

Felipe entrou pra minha lista de amores incondicionais, junto com Lu Piras e Tammy, claro que virão outros nessa lista, mas preciso de mais livros nacionais, estou viciada!!!

Eu espero que tenham gostado e que leiam, porque sei que não vão se arrepender... E pra finalizar me despeço com as palavras de Lucius, pra deixar em vocês um gostinho de quero mais!!


Bem, acho melhor não me prolongar. Você já deve estar com vontade de conhecer outra história tão bonita e empolgante quanto a nossa. Eu o compreendo, é como um vicio. Acho que estamos a todo momento á procura de aventuras como essa, que fogem à realidade. Espero que você a encontre logo, porque histórias assim devem permanecer para sempre em nossas memórias, ou quem sabe, por cinquenta anos. Afinal, somos todos sonhadores, não é mesmo?

Uma Super Bjoka e até a próxima!!! E se ler não esquece... Vem me contar por favor!!!



Real Time Web Analytics