Últimas Resenhas

[Resenha] Amante Liberto Livro 05 - J.R Ward

09 julho 2012


Título: Amante Liberto
Série: Irmandade da Adaga Negra
Autora: J.R.Ward
Gênero: Romance|Fantasia|Erótico
Editora: Universo dos Livros
Paginas: 525
Ano: 2011


Sinopse:
Nas sombras da noite em Caldwell, Nova York, a guerra explode entre vampiros e seus assassinos. Há uma Irmandade secreta, sem igual, formada por seis guerreiros vampiros, defensores de sua raça. O coração gelado de um predador será aquecido mesmo contra a sua vontade... Destemido e brilhante, Vishous, filho de Bloodletter, possui uma maldição destrutiva e a capacidade assustadora de prever o futuro. Criado no campo de guerra de seu pai, ele sofreu maus tratos e abusos físicos e psicológicos. Membro da Irmandade, ele não se interessa por amor nem emoção, apenas pela batalha com a Sociedade Redutora. Mas, quando uma lesão mortal faz com que fique sob os cuidados de uma cirurgiã humana, a Dra. Jane Whitcomb, ele é levado a revelar a dor que esconde e a experimentar o verdadeiro prazer de pela primeira vez... Até que o destino, que V. não escolheu, o leva para um futuro do qual Jane não faz parte.


Implacável e fascinante, Vishous possui um dom destrutivo e uma terrível habilidade para prever o futuro. Com um espantoso passado e como membro da irmandade da Adaga Negra, não tem interesse em qualquer coisa que envolva amor ou qualquer tipo de emoção, salvo lutar contra a Sociedade dos Lessening. Mas quando uma ferida mortal lhe põe nas mãos de uma humana, a cirurgiã Jane Whitcomb, ele se vê obrigado a revelar toda a dor que leva por dentro, e a saborear o prazer pela primeira vez em sua vida —até que um destino que ele não escolheu o leva a um futuro que não pode incluí-la.

A Dra. Jane Whitcomb, chefe da equipe de trauma cardíaco, está prestes a ir a sua casa finalizando seu plantão como toda noite, quando chega uma emergência ao centro médico; um homem com um tiro no coração. Enquanto Jane o examina e começa a suspeitar de que seu novo paciente, um homem de aspecto perigoso e muito bonito, não é de todo humano. Enquanto se encontra em recuperação, o desconhecido não pára de procurar o contato com a doutora, pois parece que a presença da mulher o tranqüiliza. E ela, por sua vez, sente-se estranhamente fascinada por ele. Jane não demora para descobrir que seu paciente não é outro a não ser Vishous, a quem muitos chamam «V». O vampiro mais inteligente da Irmandade da Adaga Negra. Mas o torturado passado deste homem lhe levou a evitar todo tipo de intimidade com outro ser. A natureza de V lhe impede de deixar que ninguém veja seu lado vulnerável, à exceção do Jane, pois tem a estranha sensação de que ela, e só ela, pode compreender.

Nesse livro vamos conhecer a história de Vishous filho de Bloodletter um dos guerreiros mas temidos da época. Quando criança V foi criado por seu pai em um campo de batalha onde seus homens eram terrivelmente humilhados e V mesmo sendo seu filho não possuía desconto. Desde criança sempre quis conhecer sua mãe, mas depois de adulto quando finalmente descobre quem ela é a revolta toma conta de sua vida. V é conhecido por todos por sua fome sexual diferente, ele não é do tio que ama, gosta de mulheres submissas e não costuma repetir suas parceiras.... Ele esta passando por um momento extremamente confuso em sua vida quando percebe que esta se apaixonando por seu amigo Butch que esta agora emparelhado com Marissa graças a ele mesmo!!!

E é nesse momento que V resolve que sua vida não tem mais graça e resolve tentar morrer, só que pra sua sorte ele será socorrido pela dra. Jane ( confesso que não gostei muito da fisionomia dela, mas fazer o que né? rs).

Percebemos no livo que realmente como ela mesma disse J.R Ward não tem muita comunicação com V, apesar da história ser muito boa e V ser um amante muuuuuito quente, ela meio que deixa ele em segundo plano e já inicia a história do Phurry que virá no próximo livro.

Phurry esta sofrendo de amores por Bella e esta extremamente preocupado com ela pois sua gravidez é de risco e é nesse momento que seu vicio pela fumaça vermelha aumenta, e é nesse livro que ele aceita o papel de Primaz ( aquele que fica responsável por dar continuidade a geração guerreira se reproduzindo com as 40 escolhidas... isso mesmo 40!!! Não se espante rsrsrsr). Mas lógico que quem leu até agora sabe que nosso Phurry não nasceu pra isso afinal ele ainda é virgem, mas ele aceita pra ajudar seu irmão V que se encontra vinculado e não quer aceitar pra si esse papel.

Nesse livro temos muita emoção e romance, muitas cenas quentíssimas afinal o V é o V!!!! Ele é um DOM né gente ... Dominador Sexual e claro q ele arruma uma parceira perfeita pra ele, antes disso lógico muita coisa irá acontecer e V nos surpreenderá com suas atitudes e seu coração!!!! Adorei a história como todas as outras e o final não me agradou 100% mas valeu. Eu sei que todo mundo odeia a Virgem Escriba, mas confesso que estou começando a ficar com dó dela, principalmente depois desse final, mas vou deixar essa parte em off pra vocês ficarem curiosos.

Teremos também a aparição de novos personagens como o Dr. Mannelo e claro os outros continuam progredindo até chegar sua hora de estrear seu próprio volume.

Até a próxima galera.. Bjo







Vishious e Jane

Os dois prenderam a respiração. Ele estava quente como uma chama…
Enquanto ele se deliciava, metade dela se perguntava o que estava fazendo, enquanto a outra, a parte sexual, ganhava vida…Ela o acariciou, sentindo a pele macia… Ele abriu a boca enquanto se remexia na cama, e seu corpo arqueado a fez se excitar. Droga…ele era puro sexo, totalmente desprovido de inibições ou vergonha, nada além de uma tempestade prestes a acontecer.Pag. 192

“ – Você teria sido uma grande guerreira, sabia? – Eu sou... a morte é minha inimiga. – Sim, eu sei. – Deus, fazia muito sentido o fato de ele ter se aproximado dela. Jane era uma guerreira... como ele. – Seu bisturi é a sua adaga." Pág 280

“ – Você teria sido uma grande guerreira, sabia? – Eu sou... a morte é minha inimiga. – Sim, eu sei. – Deus, fazia muito sentido o fato de ele ter se aproximado dela. Jane era uma guerreira... como ele. – Seu bisturi é a sua adaga." Pág 280


Real Time Web Analytics